Header Ads

Ceará perde para o Bahia e se complica na Série B

Ceará perde mais uma na Série B e ver acesso virar missão mais que impossível.

FOTO: Divulgação/Bahia
Mais uma vez os mesmos erros e as mesmas desculpas, é essa a rotina do Ceará no segundo turno da Série B, no ultimo sábado os comandados de Sérgio Soares até começaram vencendo a partida, mas em um segundo tempo apático, simplesmente assistiram o Bahia virar o jogo e sacramentar a sua vitoria.

Sabíamos que seria uma partida complicada, o Bahia é um dos fortes candidatos ao acesso, tem um elenco recheado de bons jogadores, um treinador experiente e o apoio da sua fiel torcida. Nos minutos iniciais o Bahia pressionou e criou uma ótima chance com Renato Cajá e minutos depois colocou uma bola na trave.

O time alvinegro deu a resposta aos 12 minutos, quando Bill não aproveitou a falha da defesa adversária e desperdiçou uma chance na pequena área. O Ceará voltou ao ataque aos 27 minutos, mas dessa vez Lele não perdeu a chance, em uma bela jogada de Felipe, o camisa 10 serviu ao atacante que empurrou paras as redes. Ainda no primeiro tempo o Bahia perdeu a sua melhor chance até então, após uma vacilada do goleiro Everson.

Guto Ferreira precisando do resultado mostrou a força do seu elenco, sacou Renato Cajá (estava discreto, só teve aquela primeira chance do jogo) e em seu lugar colocou Régis, esse mudou a história da partida, mas a favor dos baianos. Aos 12’ e aos 18’, o goleiro Everson se redimiu da falha do primeiro tempo, fazendo duas defesas dificílimas, mas um minuto depois não teve goleiro, zagueiro e nem um ser vivo dessa defesa que marcasse Edgar Junior, em uma cabeçada solitária empata a partida.

Régis mudou a história do jogo. FOTO: FutebolBaiano
A defesa (se é que podemos chamar isso de defesa) do Ceará decidiu mostrar suas fragilidades e assistiu a troca de passes entre Hernane e Régis, o meia tricolor entrou na área sem nenhuma marcação e virou a partida. Achando pouco, Charles não conseguiu dar um chutão e Diego Felipe faz um golaço, mas contra. E assim o Ceará aceitou mais uma derrota e viu o acesso virar apenas um grande sonho.

Essa partida serviu para mostrar duas coisas: A primeira é que time que quer realmente brigar por acesso precisa ter elenco forte, compare, o Bahia tinha Régis (decidiu o jogo) e o Ceará Serginho (que há muito tempo deveria ter ido embora por deficiência técnica). A segunda é como o Sérgio Soares se acovardou nessa partida, recuou o time excessivamente e chamou o adversário pra cima, acho que ele não conhece nem os pontos fracos do seu elenco (a defesa) e o resultado foi uma derrota que pra muitos era natural e esperada.

Próxima partida do Ceará será diante do Tupi/MG, no próximo sábado 05/11 às 16h00min na Arena Castelão.

FICHA TÉCNICA - BAHIA 3 x 1 CEARÁ

BAHIA – Muriel; Eduardo, Tiago, Jackson e Moisés (Tinga); Juninho, Renê Junior, Renato Cajá (Régis) e Wesley Natã (Victor Rangel); Edigar Junio e Hernane. Técnico: Guto Ferreira.

CEARÁ – Éverson; Tiago Cametá, Ewerton Páscoa, Charles e Thallyson; Richardson, Felipe (Serginho), Felipe Menezes (Diego Felipe) e Wescley; Bill (Rafael Costa) e Lelê. Técnico: Sérgio Soares.

GOLS – Lelê, aos 27 minutos do primeiro tempo; Edigar Júnio, aos 19, Régis, aos 28, e Diego Felipe (contra), aos 36 minutos do segundo tempo.
CARTÕES AMARELOS – Renê Júnior (Bahia); Lelê e Felipe (Ceará).
ÁRBITRO – Francisco de Paula dos Santos Silva Neto (RS).
RENDA – R$ 575.858,00.
PÚBLICO – 27.177 pagantes.
LOCAL – Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

Davi Maia || @davims

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.