Header Ads

Reds, não nos abalemos, ainda estamos em cima

Liverpool's Philippe Coutinho looks dejected
Coutinho lamenta chance perdida (Foto: Mirror/Divulgação)
Podendo chegar ao mesmo número de pontos dos líderes Arsenal e Manchester City, o Liverpool foi a campo contra o maior rival Manchester United nesta segunda (17). O jogo tinha tudo pra ser bom, ao melhor estilo Premier League, mas acabou com um empate sem gols e com poucas chances criadas, muito por conta da tática adotada por José Mourinho.

No primeiro tempo, nenhuma grande chance foi criada por nenhum dos times. O United arriscou manteve-se muito bem postado no campo de defesa e marcando a saída de bola adversária, arriscou apenas em duas oportunidades com chutes de fora da área. Já o Liverpool apostava na movimentação e troca de passes na busca pelo gol; sem eficiência, não levou perigo a De Gea.

A partida melhorou na segunda etapa, os Reds foram pra cima e conseguiram por alguns minutos estabelecer uma pressão, ainda que não criasse chances de gols. Bailly era o xerife dos visitantes, já a zaga Red participava mais do jogo trocando passes na saída de bola do que qualquer outra coisa; quando exigida, acabava demonstrando pouca confiança, Karius ainda possui deficiências parecidas com Mignolet, e parece que precisaremos de um pouco mais de paciência para curar essa dor de cabeça que é a situação de nossos goleiros. Aos 7’, Pogba não teve muito problema pra cruzar e deixar Ibrahimovic sozinho, cara a cara com Karius, por sorte o sueco errou o cabeceio e mandou a bola pro lado.

Durante toda a partida o Liverpool esteve perto do gol apenas duas vezes e nas duas parou em um homem: David de Gea. O goleiro espanhol parou o chute de Emre Can aos 13’; aos 25’, Coutinho acertou um lindo chute de fora da área, mas o goleiro foi além e de maneira sensacional evitou o gol.



Apesar do Liverpool ter sido o melhor durante a maior parte do tempo, o empate no final saiu justo, já que o time visitante mostrou-se eficiente em sua proposta de jogo, que consistia em se defender. Foi por detalhes que a vitória não veio; faltou que alguém fizesse a diferença, Coutinho por pouco não foi esse jogador, Firmino e Manè foram apagados pela marcação forte do United. Apesar da fase pedir vitória sempre, clássico é clássico e o empate é aceitável. Espera-se que na próxima rodada voltemos a vencer para que continuemos na cola dos líderes.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.