Header Ads

River Plate vence no sufoco e cola no Estudiantes

Numa partida pouco movimentada, o River Plate bateu o Atlético Rafaela neste sábado (22), no Monumental de Núñez, pela 7° rodada do Torneo Inicial. No duelo, a equipe da casa foi a campo com quatro desfalques: os lesionados Luciano Lollo, Nicolás Domingo e Marcelo Larrondo; além do garoto Denis Rodríguez, que foi expulso contra o Patronato.

D'Alessandro entrou no decorrer do jogo e foi fundamental na vitória dos Millionarios (Foto: cariverplate.com.ar)
Antes do início da partida, ocorreu algo inusitado, o árbitro Germán Delfino expulsou o técnico Marcelo Gallardo pelo fato dos Millionarios terem demorado em demasiado para entrar em campo. Essa demora aconteceu pelo fato do volante Ignacio Fernandez ter sofrido uma lombalgia no aquecimento, o que fez com que o comandante precisasse de mais alguns minutos, para instruir seu substituto: o uruguaio Camilo Mayada.

O JOGO

O CARP começou o jogo de maneira bem sonolenta e este foi o panorama da primeira etapa: Não houve nenhuma finalização com perigo durante os 45 minutos iniciais. O único que criava algo era Gonzalo Martínez, porém os jogadores do Crema exerciam uma forte marcação sobre o camisa 10.

Sem serem municiados, os atacantes Lucas Alario e Sebastian Driussi foram presas fáceis para a zaga adversária, praticamente não encostando-se à bola na primeira etapa. O Atlético Rafaela, por sua vez, levou perigo à meta de Batalla em duas oportunidades e exigiu uma linda defesa do goleiro na segunda delas, garantindo o 0 a 0 antes do intervalo.

No segundo tempo, Mayada e Andrade deram lugar para os meias Andrés D'Alessandro e Ivan Rossi. As alterações surtiram efeito e o River ganhou em criação, e começou a propor mais o jogo. Aos 79', D'Ale cobrou falta e contou com o desvio na barreira, matando o arqueiro Lucas Hoyos: River Plate 1-0, para a explosão no Monumental. Este foi o quinto gol de Andrés desde a sua volta, sendo todos no Monumental. E sempre que ele marcou, vencemos.

Após abrir o placar, Alario perdeu vários gols, enquanto sofríamos uma forte pressão, com o camisa 7 Fernando Luna coordenando as ações dos visitantes. Nos minutos finais nosso forte sistema defensivo foi muito bem, com destaque para o equatoriano Arturo Mina, que realizou dois desarmes monumentais em cima do atacante Ramiro Costa.

O River chegou aos 14 pontos na tabela (Divulgação/@CARPoficial)
Com o resultado, o River Plate igualou a pontuação de Racing, San Lorenzo e Independiente, todos com 14 pontos, porém à frente por ter saldo melhor. No momento estamos na terceira posição, atrás apenas do Estudiantes, com 19 pontos, e do Newells, com 17 pontos. Na próxima rodada, o confronto será contra o Arsenal de Sarandí, no domingo (30), no estádio Julio Grondona. Antes disso, os Millionarios voltam a campo na quinta-feira (27), em confronto contra o Unión Santa Fé, válido pelas quartas da Copa da Argentina.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.