Header Ads

Vitória para dar tranquilidade

Quatro jogos sem vencer, três derrotas consecutivas, a pior defesa da competição com 50 gols sofridos em 29 partidas, essa é a Chapecoense que entrou em campo na manhã desta quarta-feira (12), para enfrentar o Sport/PE, em duelo direto contra o rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Foto: Gilberto Pace Thomaz
Com uma semana de preparação, após derrota por 3x1 para o Atlético Paranaense na última quarta-feira, Caio Júnior perdeu Tiaguinho, entregue ao departamento médico, a boa notícia foi a volta de Hyoran, que se recuperou de lesão no ombro, e iniciou no banco de reservas.

O técnico do Verdão aproveitou a pausa para conversar com o grupo, e tentar recolocar a equipe nos trilhos, entre as mudanças a volta do esquema 4-4-2, com Neto e Thiego formando a dupla de zaga, enquanto Alan Ruschel apareceu na meia, e Ananias fez dupla com Kempes no ataque.

A parada fez bem, uma equipe equilibrada, forte no ataque e firme na defesa, era uma Chapecoense que todos queriam ver, os adversários já sentiam que não seria boa ideia entrar no gramado da Arena Condá, tanto que se atrasou para entrar junto com a arbitragem e os jogadores do Verdão.

Com a bola rolando quem partiu para cima foi a Chapecoense, que assustava desde os primeiros minutos, Ananias quase abriu o placar após cruzamento de Dener, mandando de cabeça para fora.

O Sport respondeu dois minutos depois, quando Rodney Wallace, aquele mesmo que se destacou na goleada no duelo de ida na Ilha do Retiro, o lateral Costa Riquenho fez bela jogada e chutou forte, Danilo, sempre ele estava lá para salvar.

Mas a manhã era verde e branca, Ananias ganhou de Ronaldo Alves e cruzou para Kempes finalizar para grande defesa de Magrão. Aos 43 minutos foi a vez de Thiego finalizar de cabeça, depois de cobrança de escanteio de Cléber Santana, e desta vez abrir o placar na Arena Condá.

A ida para o intervalo a frente do placar foi importante, o gol deu mais tranquilidade para o Verdão na segunda etapa. Que voltou com tudo, e logo aos 6 minutos quase marcou o segundo, Ananias se antecipou e cabeceou forte, mas para fora. Na segunda oportunidade o atacante não desperdiçou, Alan Ruschel cruzou e o camisa 11 finalizou para o fundo das redes, ampliando o placar.

A vida do Sport que já era ruim, ficou ainda pior com a expulsão de Gabriel Xavier, após cotovelada no rosto de Thiego, deixando o Verdão com mais espaços para atacar. O golpe fatal aos 44 minutos, quando Hyoran chutou para defesa de Magrão, mas no rebote Kempes sozinho empurrou no fundo das redes, definindo o placar em 3x0.

A vitória alivia a vida Chapecoense na luta contra o rebaixamento, de positivo destacamos toda equipe, com firmeza na defesa e forte poder ofensivo. Ananias teve grande participação, se movimentou, foi dele que saiu as melhores chances da partida, e o segundo gol.

No próximo duelo, o Verdão viaja para Minas Gerais, enfrentar no próximo domingo (16), o Cruzeiro, no Mineirão, às 17h.

Marcelo Weber || @acfmarcelo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.