Header Ads

À espera de um milagre que não irá acontecer

À Espera de Um Milagre. Assim está o Figueirense nesta reta final de Brasileirão. Milagre este que só jogadores e comissão técnica acreditam. Tudo que acontece hoje, é digno de um roteiro de filme de terror produzido pelo genial Alfred Hitchcock. O tempo foi passando, as derrotas vindo, E o Vento Levou aquela esperança que todo torcedor tinha.

Termo de Compromisso ou prêmio de melhor roteiro de filme de comédia? (Foto: Rádio/TV Figueira)


Muita coisa acontece por trás desse momento sofrível que vivemos. O nosso Poderoso Chefão, Wilfredo Brillinger, que não é tão adorado e admirado como Don Vito Corleone, só envergonha parte da torcida. Sim, digo uma parte porque acredite, há quem defenda.

Diariamente, muros do Scarpelli amanhecem pichados com palavras de ordem contra o acessor da presidência, Branco, contra os jogadores, e contra o já demitido, Cléber Giglio. Mas nunca, eu repito, nunca aparecem palavras contra Wilfredo. Porém, até que não espanta muito pois os autores das pichações sabemos que são integrantes da torcida organizada Gaviões Alvinegros, e também sabemos que se protestarem contra o presidente deles, talvez percam suas regalias.

Para o Figueirense, seria melhor fechar 2016 logo. Pensem já em 2017, preparem já a famigerada barca, ou a Lista de Schindler (ou de Wilfredo). Já percebe-se O Chamado da Série B, e o ano que está por vir, não nos dá nenhuma perspectiva de esperança de um futuro melhor. Hoje, somente um verdadeiro Ethan Hunt para realizar essa Missão Impossível que é nos salvar do fatídico rebaixamento.

Patrick Silva | @figueiradepre

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.