Header Ads

Drama, sufoco e alívio!

Origi, Emre Can e Henderson comemoram o primeiro gol do Liverpool (Foto: Twitter oficial do Liverpool)

Drama, sufoco e alívio! Liverpool 2, Sunderland, 0. 

Liverpool e Sunderland se enfrentaram neste sábado (26), pela 13ª rodada da Premier League, em Anfield. Os Reds entraram em campo em busca da vitória que lhes daria a liderança momentânea, já os BlackCats, que lutam pra sair da parte de baixo da tabela, buscavam manter o bom momento, já que vinham de duas vitórias seguidas. O que se viu em campo foi um jogo tenso, fazendo com que o torcedor muitas vezes ficasse preocupado, até que o alívio chegasse.

No primeiro tempo, o Liverpool teve a bola e propôs o jogo, enquanto os visitantes se concentraram em defender e ir pra cima a partir dos contra-ataques e lançamentos longos. Os Reds encontraram enorme dificuldade em furar o bloqueio estabelecido pelo ‘ônibus de dois andares’ de David Moyes. Até o intervalo foi o que se viu, o Liverpool com a bola, tentando criar e falhando. Na mente do torcedor não deu outra, o filme dos jogos contra Southampton e Burnley foi lembrado: domínio, 80% de posse de bola e nenhum gol marcado.

Aos 30’, o momento mais dramático do jogo: após dividida com N’Dong, Philippe Coutinho sentiu o tornozelo e teve que sair de maca, dando lugar a Origi. O meia ainda passará por exames para que se saiba a gravidade da lesão. Mas não há um torcedor Red que não esteja preocupado e com medo do que pode acontecer com o nosso pequeno mágico, maestro do time.
Coutinho sente o tornozelo após dividida (Foto: Mirror Football)
No segundo tempo, a bola continuou conosco e dessa vez as chances foram criadas. Porém, assim como na partida contra o Southampton, a bola insistia em não entrar; raspava a trave, batia na zaga, cruzava a área sem que ninguém a empurrasse para o gol ou simplesmente parava nas defesas do bom goleiro do Sunderland, Pickford.

No auge do drama, quando o time parecia nervoso e errava no último passe e nas finalizações; quando os adversários já tinham estado muito próximos de abrir o placar, o herói da partida apareceu para acabar com o desespero, tirar o peso das costas dos jogadores e aliviar os torcedores. Origi, que substituiu Coutinho, foi quem marcou, aos 30’ do segundo tempo, com um chute cruzado da entrada da área. Aos 44’, Manè arrancou do campo de defesa, até ser derrubado na área e o árbitro marcar o pênalti. Na cobrança, Milner deu números finais ao jogo. Alívio, vitória!

Após a vitória, os Reds chegaram aos 30 pontos e ocupam a vice-liderança, a um ponto do líder Chelsea, que venceu sua partida também na tarde de ontem.

Caio Semblano | @caiosemblano

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.