Header Ads

Feliz Natal, Nação!

Após o empate com gosto de derrota para o Coritiba no último domingo e dar "adeus" de vez ao título brasileiro, o Flamengo recebeu o Santos no Maracanã com o objetivo de sacramentar a vaga na fase de grupo da Libertadores da América e também queria vencer pelo menos uma vez uma partida no Maracanã no ano de 2016 (já que nas últimas 3 aparições havia empatado). 

Em uma tradicional tarde de domingo na cidade do Rio de Janeiro, 37 mil rubro-negros compareceram ao Maraca para apoiar o Mais Querido e foram presenteados com um gol do artilheiro do Flamengo no campeonato brasileiro e no ano (já são 18 gols) Paolo Guerrero. Após erro na saída de bola de David Braz o peruano não perdoou e mandou um balaço no canto inferior de Vanderlei, que ainda tocou na bola mas insuficiente para evitar o gol do camisa 9 do Mengão. O gol foi importante pois o Santos começou de forma muito intensa com Lucas Lima, Vitor Bueno e Ricardo Oliveira tentando o gol de Alex Muralha. 

Na segunda etapa, o Santos continuou pressionando o Flamengo mas não foi tão perigoso assim pelo fato da equipe do Flamengo ter tido uma atuação defensiva (taticamente falando) muito consistente, deixando Ricardo Oliveira várias vezes em posição de impedimento e quando estava em condição legal, parava nas mão de Muralha. Já na parte final do jogo, Damião entrou no lugar de Guerrero (que perdeu muitos gols e podia ter ampliado mais o placar) mas o destaque vai para o golaço de Diego que recebeu cruzamento de Pará e emendou de voleio para ampliar o placar e cair nos braços da torcida (literalmente)

(Diego comemora seu golaço nos braços da Nação. Fonte: Twitter)

Chega a ser repetitivo, mas a importância de Diego Ribas para o funcionamento do jogo do Flamengo é cada vez maior. Após chegar desconfiado (principalmente pela mídia) e de forma "exagerada" segundo os torcedores rivais, o camisa 35 mostra jogo que merece, e muito, a festa que teve em sua chegada no aeroporto Santos Dumont no meio do ano. Desde aquele dia a sintonia Diego-Nação vem sendo espetacular. O meia se despediu do Flamengo no ano após receber o 3° amarelo e entra de férias com o sentimento de dever cumprido. 

Vale ressaltar também a consistente temporada de Paolo Guerrero, que fez seu 18° gol no ano e se igualou a Petkovic como artilheiro estrangeiro do Rubro Negro em 2000 e bateu sua marca pessoal de 18 gols na temporada, assim como fez no Corinthians. Era isso que a torcida queria, um Guerrero matador e que, nos momentos difíceis ajudasse a equipe com gols além de formar uma ótima dupla com Diego. 

O resultado de 2 a 0 confirmou a vaga na fase de grupos da Libertadores, que era o objetivo do Flamengo e deixa uma torcida esperançosa para o que vem nas próximas temporadas em relação a títulos

A próxima partida do Mais Querido será contra o Atlético-PR em Curitba, um jogo difícil em que o adversário precisa vencer e que o único objetivo do Flamengo é vencer para consolidar o vice-campeonato e embolsar uma grana a mais.

Vamos, Flamengo!

@matheusubtil - Matheus Subtil

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.