Header Ads

Vila Nova vence Brasil-RS, e coloca fim em série negativa jogando em Goiânia

Vai chegando ao fim o Brasileirão Série B 2016, é o sonho do Vilanovense ficou mais uma vez pelo caminho. E na noite da última terça-feira Vila Nova que apenas cumpria tabela recebeu a equipe do Brasil de Pelotas no Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia, onde deu um fim na sequência negativa jogando em casa ao vencer por 3x1 com gols dos atacantes Fabinho, Moisés e Frontini.

A noite também foi de despedidas o técnico Guilherme Alves agradeceu o clube, a torcida e anunciou que não renova com o Tigrão. O treinador está de saída para o Linense.

Com a vitória, o Tigre chegou a somar seus 49 pontos e ultrapassou o adversário da partida, que tem a mesma pontuação, mas fica atrás pelo número de vitórias. O Vila começou em cima, e logo aos 4' minutos, Fabinho abriu o placar para o Tigrão em uma bela cobrança de falta. O atacante sentiu a panturrilha e teve que ser substituído aos 13 do primeiro tempo.

O Xavante chegou ao empate nos 32' minutos da primeira etapa, com Marlon. Após um bate e rebate dentro da área colorada, a bola sobrou na direita, Marlon soltou uma bomba e mandou a bola no ângulo do goleiro Wagner Bueno.

Ao vencer o Brasil, o Tigrão colocou fim em série negativa jogando em casa. Foto: Reprodução / Carlos Costa.
Na segunda etapa o goleiro Wagner Bueno trabalhou bastante, mas na noite que a estrela do ataque brilhou mais forte, e a dupla Moisés e Frontini voltou a brilhar novamente. O Vila chegou ao segundo gol aos 23' da segunda etapa, quando Matheus Anderson que tinha acabado de entrar, fez uma bela jogada pela esquerda e tocou para Moisés, que chutou forte sem chance de defesa para o goleiro Eduardo Martini, 2 a 1 Vila.

A partir do gol de Moisés, o Tigre melhorou no jogo e aos 33' minutos, Aloísio fez uma bela jogada pelo meio avançou a área deixando livre para o atacante Frontini, dessa vez o atacante não perdoou e mandou a bola para o fundo das redes, 3 a 1 Vila. A vitória que colocou um fim na sequência negativa do Tigrão jogando em casa, voltando ao OBA após dois meses jogando no Serra e no Olímpico.

Foto: Cláudio Insaurriaga/GEB
Por 2016 é só! O Vila Nova agora espera o final da eleição do presidente que acontece na noite desta quarta-feira (9), no OBA, para definir o futuro do clube. Após 2015 cheio de conquistas, é claro que o torcedor esperava mais do time em 2016. Após anos fora, voltaram a uma semifinal do Campeonato Goiano, caíram para o Gama na semifinal da Copa Verde essa no qual foi disputada pela primeira vez.

E após 11 anos o Vila Nova levou uma vaga na Copa do Brasil 2017. E com sua melhor campanha nos últimos anos numa edição da Série B, quebrando vários tabus, um dos melhores times jogando fora de casa, isso é algo raro.

Foi um ótimo ano, onde o objetivo principal foi alcançado. Não lutar por rebaixamento foi o que nos manteve de pé.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.