Header Ads

Na raça também vale

No último domingo (11), o Chelsea recebeu o West Bromwich, em Londres, visando voltar a liderança da Premier League, que fora perdida um dia antes, já que o Arsenal venceu e alcançou a mesma pontuação do Chelsea, e tendo melhor saldo o passou. Para muitos a partida seria tranquila e os Blues teriam tudo para dar mais um espetáculo a sua torcida, o que não aconteceu.

David Luiz e o artilheiro após o gol da vitória. Fonte (Getty Images)
O West Brow, do técnico Tony Pulis, vinha de uma campanha muito consistente, ocupando a sétima posição do campeonato. Os Baggies vinham com uma proposta de ter uma defesa muito forte, tentar impedir o Chelsea de jogar e sair em velocidade para o contra-ataque. Já o treinador Antonio Conte promoveu uma mudança, Fabregas deu lugar a Matic, que voltava de lesão. O Chelsea veio com seu já conhecido 3-4-3: Courtois; Azpilicueta, David Luiz e Cahill; Matic, Kante, Moses e Alonso; Hazard, Pedro e Diego Costa.

A proposta do time visitante deu muito certo no primeiro tempo, o West Brow praticamente não correu risco e quando conseguia, saia em velocidade para o ataque. Os mandantes, que tinham a responsabilidade de atacar para recuperar a liderança, foi um time muito pouco criativo, sem conseguir impor pressão ao rival, deixando o primeiro tempo um jogo sem emoção.

Após poucas chances criadas no primeiro tempo, Conte até tentou mudar a postura do time na segunda etapa, mas sem resultado. Willian entrou na vaga de Pedro e Fabregas na de Moses, na tentativa de dar mais criatividade ao time. Mas não foi na base do toque de bola que saiu o gol. Aos 31 minutos, quando o jogo parecia se encaminhar para um chato 0-0, Diego Costa brigou pela bola na linha de fundo com McAuley. O atacante espanhol recuperou a bola, invadiu a área e praticamente sem ângulo chutou na gaveta de Foster, marcando um lindo gol, de pura raça.

Com um gol de pura raça, Diego fez o gol que deu novamente a liderança aos blues. Fonte (Reuters)
Após abrir o placar, o Chelsea recuou e apenas esperou o final de jogo, já que o West Brow não conseguia fazer muita coisa com a bola no pé, e assim se encerrou a peleja. Com a vitória, além de recuperar a liderança, o Chelsea atingiu uma marca que não alcançava desde 2007, nove vitórias consecutivas. Falando sobre o jogo, não foi uma grande atuação dos Blues, muito longe de seus últimos jogos, mas em jogos como esse o mais importante é vencer, e não deixar esses pontos importantíssimos em casa escapar. Já na próxima quarta-feira, o Chelsea enfrenta o Sunderland, fora de casa, e com certeza a torcida espera mais uma vitória contra o lanterna do campeonato.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.