Header Ads

Ceará SC: Um 2016 para ser esquecido

Depois do milagre de 2015, eu e toda a minha torcida acreditávamos que nesse ano a história seria outra e realmente foi, mas pra pior, o Ceará de 2016 não conseguiu a confiança de seus torcedores e assim encerrou esse ano com uma divida imensa junto a massa alvinegra. O inicio da temporada parecia até animador, à volta do artilheiro Bill, a permanência de Rafael Costa era um combustível a mais para as competições que iriam iniciar.

Os destaques da temporada 2016. FOTO: Davi Maia
AS COMPETIÇÕES

TAÇA ASA BRANCA

A primeira edição do torneio amistoso que reuniu o campeão da Copa do Nordeste 2015 (Ceará) e um clube convidado (Flamengo) foi realizada em Janeiro na Arena Castelão. Seria um bom teste para os comandados de Lisca mostrarem que estavam preparados para a temporada 2016.

O jogo foi emocionante, empate no tempo normal (3x3), aonde o Ceará chegou a fazer dois gols de vantagem com Siloé e Bill, mas viu o Flamengo se impor e virar a partida, mas aos 45 da segunda etapa Serginho fez um golaço e empatou a partida. Nos pênaltis, o Vozão foi perfeito e não perdeu nenhuma cobrança, enquanto o Fla desperdiçou com Wallace e Paolo Guerreiro.

Por se tratar de um amistoso os clubes poderiam fazer quantas alterações fossem necessárias, O Ceará de Lisca foi o seguinte: Everson (Douglas), Tiago Cametá (Robertinho), Charles (Salazar), Carlão (Thiago Carvalho), Fernandinho (Sanchez), Baraka (Richardson), João Marcos (Ricardo Conceição), Jhonatan (Emanuel B.), Guilherme Biteco (Serginho), Alex Amado (Assissinho/Roni), Siloé (Bill).

Nos pênaltis, Ceará leva a Taça Asa Branca.
CAMPEONATO CEARENSE

Ainda procuro entender como um time da grandeza do Ceará consegue a proeza de ficar em quinto lugar no campeonato estadual, a primeira fase apontava que chegaríamos mais longe, mas na segunda etapa do campeonato, em um grupo de três equipes, onde duas se classificavam o Ceará terminou na ultima posição.

Na primeira fase, o Ceará se classificou com sobras no Grupo A2, que era formado por Guarany de Sobral, Guarani de Juazeiro, Tiradentes e Quixadá. Na estreia no dia 24/01, embaixo de uma forte chuva, conseguimos nossa primeira vitoria no ano, 1 a 0 sobre o Tiradentes com gol de Alex Amado. Já na segunda fase do campeonato, os adversários seriam os classificados do Grupo A1 (Fortaleza, Uniclinic e Maranguape), com esses adversários o vovó não repetiu as boas atuações dos jogos anteriores e acabou ficando de fora das semifinais do estadual de 2016.

JOGOS: 14
VITÓRIAS: 9
EMPATES: 3
DERROTAS: 2
GP: 26
GC: 8
SALDO: 18
PONTOS DISP: 42
PONTOS GANHOS: 30
APROVEIT (%): 71,4%

1º Fase
Tiradentes 0 x 1 Ceará - Presidente Vargas
Ceará 1 x 0 Guarani (J) - Presidente Vargas
Ceará 2 x 0 Quixadá - Presidente Vargas
Guarany (S) 0 x 2 Ceará - Junco
Ceará 2 x 0 Tiradentes - Presidente Vargas
Guarani (J) 2 x 1 Ceará - Domingão
Quixadá 0 x 2 Ceará - Abilhão
Ceará 3 x 1 Guarany (S) - Presidente Vargas

2º Fase
Ceará 1 x 1 Maranguape - Arena Castelão
Fortaleza 2 x 1 Ceará - Arena Castelão
Ceará 0 x 0 Uniclinic - Presidente Vargas
Maranguape 0 x 4 Ceará - Presidente Vargas
Ceará 1 x 1 Fortaleza - Arena Castelão
Uniclinic 1 x 5 Ceará - Presidente Vargas

Rafael Costa, o artilheiro do Ceará no estadual com 6 gols.
COPA DO NORDESTE

Para o torcedor era a competição, mais esperada do primeiro semestre, pois o sonho do bi campeonato seguido estava em jogo, o Ceará ficou no Grupo E junto com Sampaio Correia, Flamengo/PI e Vitória da Conquista/BA. A estreia foi contra os baianos em Ilhéus, a derrota de 2 a 1 mostrou que o atual campeão não teria vida fácil na edição de 2016. Mesmo iniciando com revés, o Vozão conseguiu ir para as quartas de finais, sendo primeiro colocado do seu grupo com 13 pontos.

Nas quartas de finais o adversário seria o Santa Cruz, no primeiro jogo em Recife, a derrota por 2 a 1 nos minutos finais obrigava ao Ceará vencer o time pernambucano no jogo de volta na Arena Castelão. Em uma partida nervosa, o alvinegro criou as melhores chances, perdeu um caminhão de gols e até um pênalti com Rafael Costa (o mesmo foi expulso minutos depois) e assim como no jogo de ida, levou um gol no fim e viu o sonho do bi campeonato ir por água abaixo.

JOGOS: 8
VITÓRIAS: 4
EMPATES: 1
DERROTAS: 3
GP: 14
GC: 7
SALDO: 7
PONTOS DISP: 24
PONTOS GANHOS: 13
APROVEIT (%): 54,2%

1º Fase - Grupo E
Vitória da Conquista 2 x 1 Ceará - Mario Pessoa
Ceará 5 x 0 Flamengo/PI - Presidente Vargas
Sampaio Correia 1 x 1 Ceará - Castelão/MA
Ceará 3 x 1 Sampaio Correia - Presidente Vargas
Flamengo/PI 0 x 2 Ceará - Albertão
Ceará 1 x 0 Vitória da Conquista - Presidente Vargas

Quartas de Finais
Santa Cruz 2 x 1 Ceará - Arruda
Ceará 0 x 1 Santa Cruz - Arena Castelão

Bill e Rafael Costa marcaram 4 gols cada na Copa NE.
COPA DO BRASIL

Iniciamos a Copa do Brasil em um momento conturbado do primeiro semestre, logo após a eliminação no Nordestão e antes do eminente vexame no estadual, com problemas de contusões fomos enfrentar o Rezende/RJ em Volta Redonda, um jogo tão tenso como o ano do Ceará, um empate em 2 a 2, depois de sofrer a virada e ter o goleiro Everson expulso. No jogo de volta, mais nervosismo e outro empate, 1 a 1 que classificou o vovô. Na segunda fase, o Joinville seria o adversário, sem dificuldades passamos de fase, duas vitórias de 1 a 0.  Na terceira fase, uma pancada de três no jogo de ida contra o Botafogo/PB e mesmo com o Presidente Vargas lotado no jogo de volta, o Ceará foi eliminado precocemente de outra competição.

JOGOS: 6
VITÓRIAS: 2
EMPATES: 3
DERROTAS: 1
GP: 5
GC: 6
SALDO: -1
PONTOS DISP: 18
PONTOS GANHOS: 9
APROVEIT (%): 50%

1º Fase
Rezende 2 x 2 Ceará - Raulino de Oliveira
Ceará 1 x 1 Rezende - Presidente Vargas

2º Fase
Joinville 0 x 1 Ceará - Arena Joinville
Ceará 1 x 0 Joinville - Arena Castelão

3º Fase
Botafogo/PB 3 x 0 Ceará - Almeidão
Ceará 0 x 0 Botafogo/PB - Presidente Vargas

Zagueiro Sandro marcou contra na derrota contra o Botafogo
CAMPEONATO BRASILEIRO

O ultimo cartucho para salvar o ano, o acesso para a primeira divisão, isso foi pregado no inicio da Série B e como o presidente Robinson de Castro falava virou obsessão. Um novo time (outro caminhão de contratações) e um novo treinador (Sérgio Soares) tinha a missão de recolocar o Ceará na Série A 2017. O inicio decepcionante, logo de cara empate com sabor de derrota contra o Paysandu dentro de casa e depois de abrir 2 a 0, as primeiras rodadas o alvinegro oscilou bastante, mas Sergio Soares encontrou a formação ideal o time engrenou, aos poucos foi chegando e na vitória de 2 a 1 sobre o Náutico, o vovô entrava no G-4. Ainda no primeiro turno, um dos jogos mais emocionantes de todo o campeonato, a vitória em cima do Vila Nova por 4 a 3 na reinauguração do OBA e o jogo contra o Vasco na Arena Castelão com 55 mil alvinegros, o empate em 0 a 0 deixava o Ceará na vice liderança com 35 pontos.

O torcedor voltou a confiar na equipe, e quando era pra se firmar de vez entre os quatro melhores da competição o Ceará conseguiu ficar 11 rodadas sem vencer, perdendo até para o lanterna Sampaio Correia dentro de casa. O time não conseguia repetir nem de longe o futebol do primeiro turno e dando todos os motivos para as criticas da torcida. Na ultima tentativa de salvar o nefasto ano de 2016, o Ceará falhou, perdeu um acesso que para muitos parecia fácil.

JOGOS: 38
VITORIAS: 14
EMPATES: 12
DERROTAS: 12
GP: 49
GC: 47
SALDO: 2
PONTOS DISP: 114
PONTOS GANHOS: 54
APROVEIT (%): 47,4%

1º Turno
Ceará 2 x 2 Paysandu - Arena Castelão
Crb 0 x 3 Ceará - Rei Pelé
Ceará 0 x 1 Atlético/GO - Arena Castelão
Avaí 4 x 2 Ceará - Ressacada
Ceará 2 x 1 Goias - Arena Castelão
Sampaio Correia 2 x 3 Ceará - Castelão
Ceará 1 x 0 Londrina - Arena Castelão
Luverdense 2 x 0 Ceará - Passo das Emas
Ceará 3 x 0 Brasil - Arena Castelão
Joinville 1 x 1 Ceará - Arena Joinville
Ceará 1 x 0 Oeste - Arena Castelão
Ceará 2 x 1 Náutico - Arena Castelão
Bragantino 1 x 1 Ceará - Nabi Abi Chedid
Ceará 1 x 0 Bahia - Arena Castelão
Tupi 2 x 1 Ceará - Mario Helênio
Ceará 1 x 0 Criciúma - Arena Castelão
Vila Nova 3 x 4 Ceará - Oba
Paraná 1 x 1 Ceará - Vila Capanema
Ceará 0 x 0 Vasco - Arena Castelão

2º Turno
Paysandu 2 x 0 Ceará - Curuzu
Ceará 1 x 1 Crb - Arena Castelão
Atlético/GO 2 x 2 Ceará - Serra Dourada
Ceará 0 x 0 Avaí - Arena Castelão
Goias 2 x 0 Ceará - Serra Dourada
Ceará 0 x 1 Sampaio Correia - Arena Castelão
Londrina 1 x 1 Ceará - Estadio do Café
Ceará 0 x 0 Luverdense - Arena Castelão
Brasil 2 x 1 Ceará - Bento de Freitas
Ceará 2 x 1 Joinville - Arena Castelão
Oeste 1 x 1 Ceará - Arena Barueri
Náutico 1 x 0 Ceará - Arena Pernambuco
Ceará 2 x 0 Bragantino - Arena Castelão
Bahia 3 x 1 Ceará - Arena Fonte Nova
Ceará 2 x 1 Tupi - Arena Castelão
Criciúma 2 x 3 Ceará - Heriberto Hulse
Ceará 2 x 3 Vila Nova - Arena Castelão
Ceará 1 x 1 Paraná - Arena Castelão
Vasco 2 x 1 Ceará - Maracanã

OS TREINADORES

Lisca. Christian e Sérgio Soares treinaram o Ceará em 2016
Lisca

Um dos remanescentes da campanha que salvou o Ceará na Série B 2015, Lisca iniciou o ano no Ceará e treinou a equipe durante o campeonato estadual e primeira fase da copa do nordeste. Sua demissão ocorreu após o empate no clássico rei em 1 x 1 que complicou a vida do alvinegro no cearense.

JOGOS: 19 (13 pelo estadual e 6 pela Copa do Nordeste)
VITÓRIAS: 12 (8 pelo estadual e 4 pela Copa do Nordeste)
EMPATES: 4 (3 pelo estadual e 1 pela Copa do Nordeste)
DERROTAS: 3 (2 pelo estadual e 1 pela Copa do Nordeste)
GP: 34
GC: 11
SALDO: 23
APROVEIT (%): 70,2%

Christian de Souza

Assumiu interinamente após a saída de Lisca, em quatro jogos pouco fez.

JOGOS: 4 (2 pela Copa do Nordeste, 1 pela Copa do Brasil e 1 pelo estadual)
VITÓRIAS: 1 (Pelo estadual)
EMPATES: 1 (Pela Copa do Brasil)
DERROTAS: 2 (Pela Copa do Nordeste)
GP: 8
GC: 6
SALDO: 2
APROVEIT (%): 33,3%

Sérgio Soares

O treinador chegou como esperança de dias melhores em Porangabussu, o ''queridinho da torcida'' até começou bem, mas foi só o segundo semestre chegar que os fantasmas que assombram sua carreira voltaram assusta-lo e o mesmo perdeu o acesso para a Série A.

JOGOS: 43 (38 pelo brasileiro e 5 pela Copa do Brasil)
VITORIAS: 16 (14 pelo brasileiro e 2 pela Copa do Brasil)
EMPATES: 14 (12 pelo brasileiro e 2 pela Copa do Brasil)
DERROTAS: 13 (12 pelo brasileiro e 1 pela Copa do Brasil)
GP: 52
GC: 51
SALDO: 1
APROVEIT (%): 48,1%

OS JOGADORES

Foram inúmeros jogadores utilizados durante toda a temporada, a grande maioria não deu o retorno esperado e causou muita raiva a nação alvinegra, vamos a lista:

GOLEIROS (5): Everson, Lauro, Douglas Dias, Diego e Tadeu;
LAT. DIREITOS (4): Tiago Cametá, Buiú, Robertinho e Maicon Silva;
LAT. ESQUERDOS (5): Fernandinho, Eduardo*, Thalysson, Zé Mario**e Sanches;  
ZAGUEIROS (12): Sandro, Tiago Carvalho, Valdo, Douglas Marques, André Paulino, Charles, Lucas Gomes, Salazar, Carlão, Everton Pascoa, Antonio Carlos e Raul Silva.
VOLANTES (10): Baraka, Piaui, Ricardo Conceição, Jhonantan, Raul, Diego Felipe, Marino, João Marcos, Richardson, Nem;
MEIAS (9): Felipe Baxola, Emanuel Biancucchi, Serginho, G. Biteco, Tomas Bastos, Felipe Menezes, Ricardinho, Wescley, Zezinho;
ATACANTES (15): Franklin, Bill, Robinho, Lele, Ciel, W. Henrique, Roni, Rafinha, Alex Amado, Siloé, Rafael Costa, Assissinho, Arthur, Rafinha (base), Caio Cesar.
* Eduardo jogava tanto de Lateral direito como esquerdo
* Zé Mario é meia, mais foi contratado como Lateral Esquerdo

Emanuel Biancucchi teve passagem apagada pelo Ceará.
NO GERAL

JOGOS: 66
VITÓRIAS: 29
EMPATES: 19
DERROTAS: 18
GP: 94
GC: 68
SALDO: 26
APROVEIT (%): 53,5%

COMO MANDANTE

JOGOS: 33
VITÓRIAS: 18
EMPATES: 11
DERROTAS: 4
GP: 44
GC: 19
SALDO: 25
APROVEIT (%): 65,7%

COMO VISITANTE

JOGOS: 33
VITORIAS: 11
EMPATES: 8
DERROTAS: 14
GP: 50
GC: 49
SALDO: 1
APROVEIT (%): 41,4%

QUEM MAIS JOGOU

1º - Everson (Goleiro) 63 Partidas;
2º - Bill (Atacante) 51 Partidas;
3º - Richardson (Volante) 50 Partidas.

Everson jogou em 63 partidas do Ceará em 2016.
ARTILHEIROS

1º - Bill (Atacante) 21 Gols;
2º - Rafael Costa (Atacante) 16 Gols;
3º - Wescley (Meia) - 7 Gols.

ARTILHEIROS POR POSIÇÃO

Lat. Direita: Tiago Cametá - 3 Gols;
Lat. Esquerda: Eduardo - 3 Gols;
Zagueiros: Everton Pascoa / Raul Silva / Sandro / Tiago Carvalho - 1 Gol cada;
Volantes: Richardson - 4 Gols;
Meias - Wescley - 7 Gols;
Atacantes - Bill - 21 Gols.

LIDERES EM ASSISTÊNCIAS

1º - Bill (Atacante) - 9 Assistências;
2º - Serginho (Meia) - 8 Assistências;
3º - Eduardo (Lateral) - 6 Assistências.

Além de artilheiro, Bill foi líder em assistências em 2016.
PUBLICO EM 2016

Com campanhas decepcionantes, a média de publico do Ceará caiu consideravelmente comparando com a de 2015. Nas 33 partidas como mandante, a média de publico do Vozão foi de 9.917 pagantes, sendo a 17º maior do Brasil.

MAIORES PÚBLICOS

1º - Ceará 0 x 0 Vasco - 55.445 pagantes;
2 º - Ceará 3 x 3 Flamengo - 34.948 pagantes;
3º - Ceará 1 x 1 Fortaleza - 19.821 pagantes;
4º - Ceará 0 x 1 Santa Cruz - 18.568 pagantes;
5º - Ceará 0 x 0 Botafogo/PB - 18.183 pagantes.

Ceará x Vasco: Maior publico do Vozão em 2016.
Por: Davi Maia @davims  / Com a colaboração de Mario Henriques @mariohenriques_

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.