Header Ads

Botafogo-SP na Copinha: Sete pontos, primeiro lugar no grupo, e o Vasco pela frente

Nesta semana, no dia 2, começou a competição mais famosa no mundo do futebol nacional de base. A Copa São Paulo de juniores, com mais de 120 times inscritos, e entre eles o Pérolas Negras, time Haitiano, que joga a competição pela segunda vez.

O Fogão, claro, mais uma vez formou um time de garotos habilidosos e com potencial, para tentar brigar mais uma vez pelo título da competição, que bateu na trave nos anos de 1983, quando perdeu a final dentro do antigo Palestra Itália para a equipe do Atlético Mineiro, e em 2015, quando dentro do Pacaembu, a equipe caiu para o Corinthians.

O Botafogo, que ao longo dos anos se acostumou a revelar grandes jogadores para o cenário do futebol nacional – jogadores como Raí, Sócrates, Doni, Cicinho, Bordon, Geraldão, entre outros – conta com a competência de Rodrigo Fonseca, para que assim como no ano em que foi finalista pela ultima vez, em 2015, possa aproveitar bastante os garotos da base. Valores como Filipe, Mancini e Isaac Prado, foram um dos que fizeram boa campanha neste ano, e depois ingressou o time profissional com destaque.

OS JOGOS

Foto: BotafogoSP
O torneio para os meninos do Pantera começou um dia após o início oficial da competição. No dia 3 de janeiro, em uma terça-feira, os garotos entraram em campo para o primeiro desafio na Copinha. Diante do dono da casa, o Independente de Limeira, o time comandado por Rodrigo Fonseca estreou na competição, visando a melhor das colocações.

O jogo não foi do melhores. Ainda muito nervoso, e tímido taticamente, os garotos tricolores não levaram muito susto do time da casa, mas também respeitou o adversário nos 90min, o que deixou o jogo propicia a um empate sem gols.

Foto: Globoesporte.Com
No segundo jogo, a primeira vitória. Diante de um rival desesperado pela vitória, o Botafogo entrou com a obrigação de vencer a partida, para não ser eliminado precocemente da Copinha. O Fortaleza, adversário da vez, tinha como propósito, o mesmo objetivo.

Mas quem saiu com a vitória foi o tricolor de Ribeirão. Com gols de Rodrigo Santos, de pênalti, e de Bruno, o Botafogo conseguiu o resultado que precisava, e pulou para a primeira colocação de seu grupo. O Fortaleza ainda no fim da partida diminuiu o marcador, com gol de Dênis, mas de nada adiantou. O time Cearense estava eliminado da competição.

Foto: O Liberal
Os meninos do Pantera precisavam de um empate para avançar a segunda fase, e o adversário na última rodada do grupo foi o Rio Branco, time de Americana.

Porém, a vontade dos meninos tricolores foi tanta, que ao fim da primeira etapa o time Botafoguense já vencia a partida por 3 a 0, e um futebol de gente grande, com superioridade técnica enorme sobre o time rival. Geissandro, Júlio Vaz e Teixeira foram os nomes dos gols no 1º tempo. Na volta do intervalo, logo no começo, Souza fez o gol que fechou o marcador, e garantiu mais três pontos, e a liderança da chave.

2ª FASE

O Botafogo passou para a 2ª fase da Copinha com a liderança de seu grupo, seguido pelo Independente, time da casa, que também se classificou. O tricolor de Ribeirão enfrenta agora o Vasco da Gama, uma das forças do RJ, nesta terça-feira, dia 10, às 16h, em Limeira, no estádio Agostinho Prada.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.