Header Ads

E a freguesia continua

Klopp e Guardiola finalmente se encontram na Premier League (Foto: Liverpool FC)
Klopp e Guardiola já se conhecem muito bem, devido ao tempo em que ambos treinaram times de ponta da Bundesliga, Klopp com o Borussia Dortmund e Guardiola com o seu famoso Bayern de Munique. No passado, Guardiola mudou o seu estilo de jogo por completo apenas para escapar da pressão alta imposta pelos times de Klopp e, naquela partida, o Bayern de Guardiola venceu convencidamente por 3 a 0.

Muitos torcedores e jornalistas esperavam que o Manchester City tivesse uma abordagem mais direta ao seu jogo, pois assim, evitaria que o Liverpool roubasse a bola no campo de ataque. No entanto, desta vez foi Klopp que mudou o seu time para enfrentar Guardiola e podemos dizer que funcionou, com o Liverpool vencendo o jogo por 1 a 0 em Anfield no último jogo do ano.

O Liverpool veio a campo com uma mudança em relação ao jogo contra o Stoke, Emre Can no lugar de Origi, fazendo com que o meio-campo se tornasse mais sólido, com Henderson, Can e Wijnaldum e colocando Lallana como ponta, trazendo um pouco mais de técnica e criatividade do lado esquerdo, algo que o Liverpool vem sentindo falta desde a lesão de Philippe Coutinho.

Em pleno começo de jogo, era possível ver que o Liverpool estava marcando os espaços muito bem, forçando o Manchester City a dar os famosos "chutões" para frente, ganhando a bola muito facilmente e dando início aos seus ataques fulminantes. O primeiro resultado disso foi o gol de Wijnaldum.

Wijnaldum celebra o seu segundo gol com a camisa dos Reds (Foto: Liverpool FC)
Após uma falta mal cobrada por Kolarov, Roberto Firmino pegou a bola no meio-campo e lançou Lallana na ponta esquerda, que conduziu a bola até o canto da área quando fez um cruzamento perfeito para Wijnaldum, que de cabeça abriu o placar aos 8 minutos em Anfield, justificando a superioridade do Liverpool no começo do jogo.

Com o gol, os Reds tiveram ainda mais controle de jogo, desta vez marcando mais alto, anulando os jogadores mais perigosos do City, como Sterling, De Bruyne e Aguero. O zagueiro Klavan fez um ótimo trabalho na defesa, afastando todas as bolas aéreas e tornando a defesa do Liverpool mais segura.

Ainda no primeiro tempo, os comandados de Klopp tiveram mais duas chances de aumentar o placar. Uma delas veio de um ótimo passe longo de Milner para Roberto Firmino, mas o brasileiro não conseguiu controlar a bola, que ficou com Bravo. A outra chance veio com Wijnaldum, que tinha bastante espaço na entrada da área, mas seu chute passou longe do gol.

O segundo tempo foi absolutamente sem graça, sofremos um pouco com a pressão do Manchester City, que conseguiu criar mais chances, mas sem preocupar Mignolet. Até que o Liverpool conseguiu encaixar alguns contra-ataques com Mané e Origi - que substituiu Henderson parecendo estar lesionado- mas no toque final para marcar o segundo gol o time falhou.

Jurgen Klopp celebrates following Liverpool's 1-0 win over Manchester City
Klopp comemora uma vitória importante (Foto: Sky Sports)
O jogo terminou sem muitos sustos para o Liverpool. Muita gente parece não ter gostado do jogo e, admito, foi uma batalha muito tática, sem muitas chances criadas e jogadas bonitas, mas foi uma vitória muito importante para o Liverpool, que entra cada vez mais na briga pelo título e se distância dos rivais como o City e até o Arsenal. E mais uma vez o City sai de Anfield sem vencer, continuando um jejum sem vitórias na casa dos Reds desde 2003.

O próximo jogo do Liverpool será uma partida dura contra o Sunderland na segunda-feira (02), um oponente que foi muito difícil de se enfrentar no jogo em Anfield. Uma vitória seria muito importante, pois o Chelsea tem um confronto complicadíssimo contra o Tottenham e certamente pode perder pontos.

Então é isso, espero que vocês tenham um ótimo ano novo e Up the Reds!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.