Header Ads

Em noite de espanhóis, Chelsea mostra quem é dono da Premier League

Após a derrota contra o Tottenham na última rodada, muito se falou que finalmente o Chelsea iria perder força e cair no campeonato inglês. Isso se intensificou muito depois da divulgação que Diego Costa não iria jogar, por conta de uma discussão com um dos membros da comissão técnica e Antonio Conte.  Para tentar provar que a derrota não foi nada mais que um tropeço, e que a discussão não iria interferir, os Blues foram a Leicester, enfrentar os atuais campeões.

Coadjuvante, Alonso vive noite de artilheiro. Fonte (Getty Images)
Para duelar com seu compatriota, Conte fez apenas uma mudança em relação à última rodada, escalando Willian no lugar de Diego Costa. O Chelsea foi a campo com no seu tradicional 3-4-3 com: Courtois; Azpilicueta, David Luiz e Cahill; Moses, Kante, Matic e Alonso; Willian, Hazard e Pedro.

Mesmo com desfalques importantes - Mahrez e Slimani (Copa Africana de Nações) -, com apenas um minuto o Leicester já deu o primeiro susto no Chelsea, Musa fez bela jogada pela esquerda e obrigou Courtois a fazer boa defesa. A resposta dos azuis de Londres veio com 6 minutos, após cruzamento, Hazard ajeitou e Alonso abriu o placar em Leicester. O restante do primeiro tempo foi de um Chelsea controlando o jogo, praticamente sem correr risco.

Pedro vive sua melhor fase com a camisa dos Blues. Fonte (Reuters)
As mudanças que Ranieri tentava impôr para o segundo tempo vieram a cair novamente aos 6 minutos. Após a cobrança de escanteio, Alonso chutou, viu a bola desviar em Morgan e marcou mais um gol, dobrando a vantagem. A apatia do adversário era visível, o próprio camisa 3 ainda teve a chance do hat-trick, mas o último gol veio com outro espanhol. Após iniciar a jogada, Pedro deu lindo passe para Willian, que tentou devolver, mas a bola subiu e o atacante completou de cabeça.

O domínio do Chelsea durante todo o jogo foi absurdo, em nenhum momento a vitória parecia que não viria e a equipe mostra uma capacidade muito grande de controlar seus adversários. A atual campanha já é dois pontos melhor em relação à última temporada - 52 a 50 - e isso com apenas 21 rodadas. Os Blues ainda contaram com um empate do Liverpool para abrir sete pontos de vantagem. Na próxima rodada, o time londrino recebe o Hull City, adversário que deu inicio a sequencia de 13 vitórias. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.