Header Ads

Fora de casa, Uberlândia estréia com vitória

Após ficar longos cinco anos fora da elite do futebol mineiro, o gigantesco Uberlândia Esporte Clube voltou a disputá-la em 2016, com uma história quase centenária e outrora a pedra no sapato dos times da capital, principalmente no alçapão do Juca Ribeiro. Na temporada passada, o furacão verde da mogiana chagou até a liderar o certame, mas brigou mesmo contra o rebaixamento, que só não veio pelo bom início de temporada.

Nessun testo alternativo automatico disponibile.
Reprodução/Facebook Oficial do Uberlândia.
Em 2017, o UEC rompeu com o modelo adotado anteriormente, saíram os gestores da Universidade do Futebol e a diretoria optou por apostar em uma gestão doméstica. O primeiro passo foi a contratação do experiente e intenso técnico Paulo César Catanoce (como jogador teve passagem pelo Corinthians) que foi o comandante no título do módulo II em 2015 e treinou o Tricordiano em 2016.

L'immagine può contenere: una o più persone, stadio, erba e spazio all'aperto
Equipes perfiladas para o confronto deste sábado (28). Créditos: José Elias.
No primeiro compromisso do ano, o maior verde de Minas viajou aproximadamente 900 quilômetros até Muriaé, coladinha no estado do Rio de Janeiro. O adversário foi o Tricordiano, que subiu juntamente com o verdão e cumpre suspensão do TJD-MG por incidentes no estádio Elias Arbex em Três Corações na partida contra o Tupi de Juiz de Fora na 10ª rodada do Mineiro de 2016. A primeira alternativa seria jogar em Pouso Alegre no sul de Minas, mas o estádio não passou na inspeção e o jeito foi jogar a quase 450 quilômetros de sua sede em um campo neutro, o que contribuiu para pouca presença de torcedores.

Alguns torcedores da maior do interior encararam a viagem e saíram satisfeitos com a vitória difícil, porém importantíssima. De quebra devolvendo a derrota sofrida para esse mesmo Tricordiano no gigante do Parque do Sabiá no último encontro.

Catanoce mandou à campo: Thiago Braga, Rodney, Mauro Viana, Robinho e Vandinho, Bruno Moreno, João Paulo (Elivelton), Alê (Jéferson Berger) e Juninho Arcanjo (Marcão Goiano), Reinaldo Alagoano e Vanger. Basicamente a mesma equipe que participou dos amistosos de preparação.

Quarteto de arbitragem e os capitães. Reprodução/Twitter oficial da FMF.
Com a falta de familiaridade com o gramado sendo uma constante para as duas equipes, o Uberlândia foi pra cima do Tricordiano no começo. A partida estava bem parelha, as duas equipes tinham que jogar contra o forte calor de quase 40°, mas na primeira etapa foi o Uberlândia quem criou as melhores oportunidades. Thiago Braga não trabalhou no primeiro tempo, o Tricordiano até ensaiou uma ronda próximo à área de verdão, mas o placar ficou no 0-0.

Na volta do intervalo o time da "casa" continuou tentando pressionar a máquina verde de Uberlândia, mas sem qualquer chance clara de gol. O Uberlândia voltou a ter as melhores chances, desperdiçando alguns gols claros e até um tiro livre indireto dentro da área. Aos 34 minutos do segundo tempo, Jéferson Berger entrou no lugar de Alê e em sua primeira participação aos 35 minutos, fez o gol da vitória. Após cobrança de escanteio ele desviou a bola para as redes do goleiro Marcão.

Bom início para o Uberlândia que construiu as melhores oportunidades e aproveitou uma para vencer neste sábado (28) no estádio Soares Azevedo por 1-0 e largar na competição com valiosos três pontos. Próximo desafio é contra o "persona non grata" em Uberlândia, Democrata de Valadares. Vamos lotar o Parque do Sabiá e mostrar nossa força no Gigante do Parque

Próximo jogo pelo Campeonato Mineiro:
05 de Fevereiro - 16h (hora Brasília) - Parque do Sabiá.
Uberlândia x Democrata.

Por: @carlosjr92educa
Carlos Alberto de Sousa Júnior - Colunista do Uberlândia

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.