Header Ads

O garoto das estreias colocou fogo no jogo

Há alguns anos que não conseguíamos uma sequência sem derrotas como a que estamos vivendo hoje. Desde que Sir Alex Ferguson se aposentou que não emendávamos uma assim: São 13 jogos sem perder e tem caixa para mais.

As bolhas são sempre legais, mesmo longe de Upton Park, consegue manter o charme. (MUFC/Getty)
Tivemos um jogo duro nesse segundo dia do ano, fora de casa contra um adversário que, apesar de estar mal na tabela, sempre é muito perigoso. O West Ham, para mim, é um dos jogos mais charmosos de se jogar fora de casa. Verdade que perdeu um pouco com a mudança para o estádio olímpico de Londres, mas o campo cheio de bolhas de sabão antes do inicio da partida é sempre muito legal.

Mais um jogo em que dominamos e, mesmo não criando tantas oportunidades, que tivemos um domínio de campo e de ações, onde dificilmente perderíamos esta partida. Lógico que um pouco disso se deve à expulsão, logo no início, de Feghouli do West Ham. Mas pelo o que vimos nos últimos jogos esse domínio vem acontecendo constantemente.

250 partidas de De Gea no gol Manchester e Mourinho chegou a 13 partidas sem perder, comemoração merecida. (Reuters)
Para mim, a entrada de Rashford foi de fundamental importância. Apesar de muitos acharem que ele está pior na sua segunda temporada, a meu ver isso é mentira. Ele é um atacante goleador e já entendeu que tem que se adaptar às novas posições para ganhar espaço na equipe, já que o titular, indiscutivelmente, é Ibrahimovic. O "garoto das estreias" vem correndo por fora e ganhando seu espaço. Mesmo que nesse ano seja muito difícil, ele tem tudo pra ser o nosso principal atacante num futuro próximo. Ele tem tudo que se precisa para um atacante: Faro de gol, velocidade, posicionamento e, o principal, estrela.

Nossa vitória fora garantida através de gols de Mata e Ibrahimovic. Outro destaque foi nosso paredão, que, quando acionado, fez grandes defesas, inclusive uma cara a cara no lance anterior ao nosso primeiro gol. Com isso, o goleiro conseguiu assim fechar a sua partida de número 250 sem sofrer gol, uma marca respeitável.

Juan não se faz de rogado, ele Mata! Primeiro gol do jogo foi do espanhol. (MUFC/Getty)
Teremos uma pausa na Premier League pois iremos jogar duas partidas por copas inglesas. Primeiro no dia 7 de janeiro contra o Reading em Old Trafford na estreia da FA Cup - o campeonato mais antigo do mundo. Depois, contra o Hull no dia 10 de janeiro também no Teatro dos Sonhos pela semifinal da Copa da Liga. A Premier League só volta no dia 15 quando iremos jogar o clássico mais importante do país contra o Liverpool. São três jogos em casa e a esperança é de eu possa voltar a escrever nossa coluna com três vitórias para comentar. Fico por aqui na torcida junto com vocês, GGMU!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.