Header Ads

O que está havendo, Liverpool?

Torcida espera muito mais do Liverpool (Foto: Liverpool FC)
Vinha sendo uma semana catastrófica para o Liverpool. O time perdeu uma invencibilidade de um ano jogando em casa para o lanterna do campeonato, o Swansea, e também foi eliminado nas semifinais da Copa Liga, perdendo para o Southampton, mais uma vez em seus domínios.

Depois de péssimos resultados como esses, o mínimo que se esperava era de que o time pudesse se recompor vencendo o Wolverhampton, pela FA Cup, jogando em Anfield no sábado (28). No entanto, os Reds decepcionaram mais uma vez e foram derrotados pelo 18º colocado da Championship, por 2x1.

Vendo a escalação de Klopp para o jogo, já podíamos concluir que o alemão decidiu abordar a mesma estratégia que estava sendo usada nas copas: colocar um time mais jovem e dar chance para eles se provarem. Os Reds foram à campo com: Karius, Randall, Gomez, Klavan e Moreno; Lucas, Ejaria e Wijnaldum; Woodburn, Firmino e Origi.

Stearman abriu o placar (Foto: AMA Sports Photo Agency)
Particularmente, eu considero essa escalação capaz de vencer o Wolverhampton, mas isso não se provou em campo. Depois de Moreno ter feito uma falta, os Lobos abriram os placar em menos de um minuto com Stearman, que marcou de cabeça e facilitou o trabalho dos Wolves.

Além disso, como todos já sabem, o Liverpool enfrenta dificuldades quando o adversário "estaciona o ônibus" e, especialmente com a seleção de Klopp, o time não tinha nenhum jogador capaz de dar um passe que quebrasse a defesa dos Wolves. Por conta disso, os Reds não acharam espaço durante o primeiro tempo.

Utilizando sua principal arma, o Wolverhampton abriu dois gols de vantagem, após o português Helder Costa dar um passe fenomenal para o ex-jogador do Aston Villa, Weimann, que aproveitou uma falha bisonha de Joe Gomez, teve espaço para driblar Karius e colocar a bola no fundo da rede.

Após ter sofrido o segundo gol, Klopp decidiu dar chances para Coutinho e Sturridge, que proporcionaram o que havia faltado no primeiro tempo: Criatividade. Coutinho arriscava mais do que todos os jogadores do meio campo do Liverpool e Sturridge sempre é um perigo quando está com a bola, pois é muito rápido e habilidoso.

Mesmo batendo na porta do Wolverhampton por muito tempo, o gol do Liverpool só aconteceu aos 86', quando Origi conseguiu aproveitar um erro de marcação da zaga dos Wolves e dar uma esperança para os Reds. No entanto, já era muito tarde e os comandados de Klopp foram elimindados de duas copas em menos de quatro dias, fazendo com que o mês do Liverpool ficasse ainda pior.

Origi deu esperanças ao Liverpool, mas não foi o suficiente (Foto: Liverpool FC)
Muitos estão colocando toda a culpa em Klopp pelo horroroso mês do Liverpool, mas eu discordo disso. Obviamente, ele poderia ter colocado um elenco mais forte para enfrentar o Wolverhampton, mas não tem culpa dos erros que os jogadores cometem dentro de campo. O alemão seleciona os jogadores de acordo com o que eles apresentam no treino, e se colocou a dupla de zaga que enfrentou os Wolves, é porque ele confia neles.

Com certeza, o clube poderia ter aproveitado a janela de transferências e ter reforçado o elenco, que em muitos aspectos é fraco comparado aos times que brigam pelo top-4 da Premier League. Com a ausência de Mané e a fragilidade defensiva, deveria ter tentado investir. O Liverpool foi ligado a jogadores como Brandt, Promes e Tah, mas nenhum deles veio à realidade. Eu considero que a questão não se trata apenas de não querer contratar, mas sim, de contratar os jogadores certos, como o próprio alemão mencionou.

Com Mané retornando da Copa Africana de Nações e com jogadores que estavam lesionados pegando ritmo, a tendência é de que o Liverpool cresça de produção nos próximos meses. Na terça-feira (31), enfrentamos o Chelsea pela Premier League, jogando em Anfield. Levando em conta o recorde contra times do top-6, não podemos ser subestimados para o próximo confronto, pois há não muito tempo atrás, os Blues foram vencidos pelos Reds jogando em casa.

Vou me despedindo, YNWA.

Autor: Gabriel Coelho (@gabrielcoelhof_)
Linha de Fundo: @SiteLF/ @LFEuropa

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.