Header Ads

Ceará 0 x 0 Flamengo: A árdua missão de Givanildo

A estreia de Givanildo no comando do Ceará foi um empate sem gols contra o Flamengo, mesmo com o apoio do seu torcedor, o alvinegro segue sem vencer na Primeira Liga. Nosso novo comandante terá uma missão complicada, principalmente para organizar a parte ofensiva da equipe.

Ceará empata sem gols com o Fla. FOTO: CearaSc.com
Seria hipocrisia de minha parte exigir que Givanildo mudasse o estilo de jogo do Ceará da noite para o dia, como ele mesmo enfatizou em suas entrevistas não houve tempo para realizar um treinamento coletivo e muito menos para colocar sua metodologia de trabalho em ação. Mesmo assim o treinador escalou seu time no bom e velho 4-4-2 e deixando de lado o esquema de seu antecessor.

O JOGO

A primeira etapa foi bastante equilibrada com chances de gols para ambos, aos 7 minutos Magno Alves ajeitou para Felipe Menezes mandar um chute a direita da meta rubro-negra. A resposta do Flamengo não demorou, dois minutos depois foi Felipe Vizeu que teve boa chance, mas parou no goleiro Everson. O Ceará tentava criar, porém os meias de criação (Felipe Menezes e Felipe Tontini) não estavam em uma noite inspirada, tanto que o vovô só criou mais uma chance de perigo aos 44’, Magno Alves limpou a marcação e chutou forte para a defesa de Alex Muralha. 

Felipe Tontini não se saiu bem contra o Fla. FOTO: Matheus Dantas/Opovo
No segundo tempo o Flamengo logo assustou aos 06 minutos, Felipe Vizeu quase aproveitava a bela triangulação entre Adryan e René, o alvinegro respondeu com Cametá que obrigou ao goleiro Muralha fazer uma defesa com a ponta dos dedos. Precisando da vitória, Givanildo colocou mais ofensividade no jogo com as entradas de Alex Amado e Victor Rangel, mas nada de sair o gol do Ceará (até saiu com Magno Alves, mas corretamente anulado). No mais, aos 34’, Luis Otávio aproveitou o bom cruzamento de Tontini e cabeceou com perigo e aos 38’ a ultima chance real de gol, Cafu mandou uma bomba obrigando ao goleiro Everson a intervir com uma boa defesa.

Não é de hoje que nosso ataque preocupa o Ceará tem sérios problemas na criação de jogadas, a difícil e urgente missão de Givanildo será fazer esse time ter ofensividade, coisa que poucas vezes foi vista nessa temporada. Após a partida, nosso treinador foi consciente nas suas palavras ''Temos bastante coisa para melhorar'' é preciso encontrar o equilíbrio desse time, onde defesa, meio campo e ataque funcionem. Ontem, algumas peças que estavam se saindo muito bem não tiveram bom desempenho, como no caso de Tontini e Romário (o ultimo muito discreto, pouco produziu pelo lado esquerdo), em compensação mais uma partida exemplar da nossa dupla zaga e do criticado Cametá.

Givanildo não gostou do resultado. (FOTO: CearaSC)
PONTO POSITIVO: Rafael Pereira e Luis Otávio, esses dois repassam segurança ao torcedor, a dupla de zaga é essa.

PONTO NEGATIVO: Ataque ficou a desejar mais uma vez, são 11 jogos na temporada e apenas 10 gols marcados, os números não mentem.

O Ceará está na segunda colocação do Grupo 2 da Primeira Liga, em dois jogos o Vozão acumula dois empates. Para se classificar precisa vencer o Grêmio/RS em Porto Alegre no próximo dia 02/03, caso o resultado seja um empate será preciso aguardar o resultado do jogo entre o próprio Grêmio contra o América/MG.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ 0 X 0 FLAMENGO

CEA: Everson, Cametá (Everton Silva), Rafael Pereira, Luiz Otávio, Romário, Raul, Richardson, Felipe Tontini (Victor Rangel), Felipe Menezes (Alex Amado), Lele e Magno Alves. T: Givanildo Oliveira.

FLA: Alex Muralha, Rodinei, Donatti, Juan, René, Cuellar, Marcio Araujo, Vinicius Paquetá (Cafú), Gabriel (Ronaldo), Adryan (Mateus Sávio) e Felipe Vizeu. T: Zé Ricardo.

CARTÕES AMARELOS: CEA: Romário / FLA: Rodinei
PUBLICO: 16.216 Pagantes
RENDA: R$ 410.013,00

Davi Maia | @davims 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.