Header Ads

Finalmente um adversário à altura

Em um dia repleto de jogos das oitavas de final da Champions League, o Real Madrid foi à campo nesta quarta-feira (22), visando recompor o jogo da 16ª rodada da La Liga. A equipe merengue enfrentou o Valencia, no Mestalla, na qual passamos muito sufoco e tivemos vida complicada.

O Real Madrid enfrentou o 14º colocado no Campeonato Espanhol, e não teve vida fácil. Com arbitragem polêmica e confusa, nós fomos parados pela boa equipe do Voro, na qual a proposta de jogo era a retranca e marcação acirrada, apostando no contra-ataque, sendo letais nas poucas finalizações que tiveram. O Real Madrid, utilizando o 4-3-3 foi à campo com: Keylor Navas; Marcelo, Varane, Sérgio Ramos e Carvajal; Modric, Casemiro e Kroos; Cristiano Ronaldo, Benzema e James Rodriguez.

O Real Madrid pressionou durante o jogo inteiro, mas de nada adiantou. Fonte (Goal.com)
O Valencia, comandado por Salvador González, mais conhecido como Voro, é uma equipe complicada de se enfrentar no Mestalla. No começo da competição, vinha tendo péssimos resultados com Cesare Prandelli. Porém, após efetivar Voro no comando da equipe, passou a agregar bons resultados no Campeonato Espanhol, diminuindo a possibilidade de rebaixamento, e, apresentando um melhor futebol. O Real Madrid, com a equipe quase completa, passou dificuldade para penetrar na compacta defesa do Valencia.

No primeiro tempo, houve um apagão inexplicável. Sofremos dois gols em menos de 10 minutos. Aos 4', Simone Zaza recebeu cruzamento de Munir, dominou a bola, girou e conseguiu escapar da marcação de Varane, e mandou um belo chute no canto do gol, sem chances para Keylor Navas. Um golaço. 1-0 pra equipe da casa.

O apagão ainda tinha apenas começado. Varane, após erro na saída de bola, perde a bola no meio de campo, e o Valencia num rápido contra-ataque, saiu trocando passes, até que Nani recebeu a bola e deu bela assistência para Orellana marcar o segundo gol da partida. 2-0, e falha grotesca do Varane, que fez uma partida desastrosa. Arrisco a dizer que foi o pior em campo, não só pela falha no segundo gol, como também pela dificuldade na marcação, principalmente contra o centroavante italiano Simone Zaza.

No decorrer do primeiro tempo, apesar da nossa enorme vantagem na posse de bola, foi um jogo com muita intensidade e de passes rápidos, ainda sim, preso na marcação e na retranca do Valencia. Porém, o Real Madrid aos 44' conseguiu diminuir a vantagem. Após cruzamento de Marcelo, Cristiano Ronaldo subiu no alto e mandou de cabeça para o gol de Diego Alves. O gajo acumula oito gols nos últimos oito jogos contra o Valencia. 

Cristiano Ronaldo voou alto pra encaixar a cabeçada e marcar o gol do Real Madrid. Fonte (Sky Sports)
No segundo tempo, o Real Madrid continuou dominando a partida, e o Valencia se defendendo, esperando um contra-ataque pra matar o jogo de vez. Começaram com a bruteza. Houve muitas entradas duras, catimba, e um carrinho maldoso de Mangala em Benzema, que foi advertido apenas com um cartão amarelo, aquele lance foi pra expulsão. No total, foram cinco jogadores amarelados da equipe da casa. O jogo que também ficou marcado não só pela pressão durante os 90 minutos do Real Madrid, mas também pelos lances polêmicos. Possível pênalti não assinalado à favor do Valência, expulsão que não deram no Mangala e alguns outros lances.

O jogo foi um espetáculo, talvez um dos melhores da atual edição da La Liga. Há tempos que não via um adversário tão aguerrido como esse, que com toda a força da torcida e entrega dos jogadores, conseguiram parar a nossa ótima equipe (que por sinal, perdeu apenas duas vezes no comando de Zidane). O nosso técnico Zidane, em nenhum momento se acovardou e fez substituições ofensivas, colocando Bale aos 62' e Lucas Vazquez aos 76'. Mas em nada resultou, e ficou por assim mesmo: 2-1 e vitória do Valencia. Resumão do jogo: Real Madrid infinitamente melhor em campo, Valencia letal nas poucas finalizações que teve, encaixou uma marcação compacta e sólida, e péssima partida de Varane, que foi substituído por Nacho. Provavelmente, Zidane notou a partida pífia que fez em campo. 

O Real Madrid volta à campo no próximo domingo (26/02), contra o Villarreal, no El Madrigal. Enfrentará outra equipe "retranqueira", a melhor zaga do campeonato, será um duelo difícil. Provavelmente o trio BBC estará de volta ao time titular após algum tempo, e precisamos vencer se quisermos conquistar o título da La Liga. Espero que possamos ser campeões do Campeonato Espanhol e da Champions League, porque time gigante sempre almeja o melhor, e é isso que somos, gigantes! #HalaMadrid

Por: Kayo Henrique | Twitter: @Heenrique010

#HalaMadridYNadaMás                                                                                                                                                                                                                         

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.