Header Ads

Exibição frustrante no Parque do Sábia

Uberlândia, MG, 20 - Em partida apática e irreconhecível, Uberlândia conhece sua primeira derrota em casa e sai do G4 no Campeonato Mineiro.

Entrada do UEC em campo. Foto: Lucas Papel.

Em meu último texto, falando sobre o jogo contra o Atlético Mineiro, no Horto, havia elogiado a postura da equipe que se doou e até os minutos finais, conseguira um ótimo resultado na longínqua capital mineira. Nesta semana a conversa é um pouco diferente, o time se comportou apático à organização que a Tombense demonstrou na tarde ensolarada de domingo (19), diante mais uma vez de uma boa presença de público.

Quem se habilitou a comparecer no Gigante do Parque do Sábia, desde os primeiros instantes do confronto, percebeu que o Uberlândia não teria vida fácil. Não teve, pior ainda, foi, (deixando a paixão pelo clube minimamente de lado) perceber que saiu barato na tarde de domingo no Triângulo Mineiro, em nenhum momento o UEC esteve próximo de marcar um gol [aqui vale um parêntese] - (Quando o jogo estava no 0-0, Rodney, em minha humilde opinião o melhor jogador do Verde, acertou uma bola na trave, e foi só).

Como o futebol é cíclico. Há pouco menos de dez dias, a equipe estava em lua de mel com a torcida, campanha 100%, vitória fora de casa e uma derrota prevista contra o Atlético, que alheio ao placar foi positiva. Durante a semana aconteceu à dispensa do volante Elivelton, que entrou em campo pela última vez em Belo Horizonte, a alegação é de insuficiência técnica. Chegou o domingo e o jogo ruim desenvolvido pelo UEC, foi capaz de jogar a torcida contra o time, vaias e diversas reclamações puderam ser ouvidas ressoando na imensidão do Parque do Sábia, sobrou até para o treinador.

Mas até aí tudo bem, a cultura que reina em nosso futebol é mesma essa, a do 8 ou 80. Digo aqui já de antemão que não compactuo com tal pensamento pueril e vazio. Porém se ganhamos, todos os erros são acobertados; Se perdemos, tudo é motivo para trocas radicais. Dessa vez, a partida esteve sempre próxima aos visitantes, que conseguiram vencer em uma finalização firme, se aproveitando de um buraco formado no lado direito da defesa do Verde.

Acho que devemos ter em mente que o mais importante para um torcedor e uma cidade que são pólos a nível de Minas Gerais e regiões próximas de estados vizinhos e que infelizmente se acostumaram a ver o Verde da Mogiana no Módulo II de Minas, é novamente conquistar a continuidade no Módulo I, reconquistar toda nossa tradicionalidade, de nada adianta dar um passo maior do que a perna, um imediatismo que pode nos levar novamente ao buraco.

O jogo de ontem pode ser sim um ponto fora da curva, a equipe possuí jogadores experientes e bons valores, destaco aqui - Mauro Viana e Robinho, a dupla de zaga, João Paulo e Rodney. Mas temos que ser realistas, o Verdão venceu duas equipes que enfrentam graves problemas, essencialmente o Tricordiano. As duas vitórias foram sobre postulantes prováveis ao descenso. Na sequência, o jogo em BH. No primeiro confronto mais igualado tecnicamente, não fomos capazes de nos impor, paramos na correta marcação da Tombense e organização dos adversários.

Uberlândia, Tombense, Campeonato Mineiro (Foto: Lucas Papel)
O UEC sempre esteva mais próximo da derrota contra a Tombense. Foto: Lucas Papel.
Agora em quatro jogos, 50% de aproveitamento (2V - 2D), a defesa que passou ilesa nos primeiros dois jogos, já sofreu quatro gols nos outros dois. A tabela agora mostra o Verde mais querido e forte, ainda bem, em 5º com seis pontos. O campeonato não acaba agora e teremos muitas emoções e histórias a serem escritas no Mineiro 2017.

Uberlândia: Thiago Braga, Rodney, Mauro Viana, Robinho (Bruno Costa), Vandinho, João Paulo, Alê, Bruno Moreno (Marcos Nunes), Marco Goiano (Diogo Peixoto), Vanger (Jefersom Berger) e Reinaldo Alagoano. Tec. Paulo César Catanoce.

Próximo Jogo pelo Campeonato Mineiro:
25 de Fevereiro - 16h (hora Brasília) - Parque do Sábia.
Uberlândia x América/TO.

Por: @carlosjr92educa
Carlos Alberto de Sousa Júnior - Colunista do Uberlândia

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.