Header Ads

Vitória e 100% de aproveitamento

Como tudo na vida tem sua primeira vez, chegou o dia em que a Chapecoense voltaria para dentro de um avião, foi assim que toda delegação viajou até a capital Florianópolis, e em seguida algumas horas de ônibus até a cidade de Tubarão.


Para a partida, Vágner Mancini viajou com apenas uma dúvida, Arthur Moraes ou Elias assumiria a meta do Verdão? Melhor para o primeiro, Arthur com mais experiência ganhou a vaga e assim o técnico manteve a mesma equipe que venceu o Inter de Lages na estreia do Catarinense.

Com a bola rolando, uma partida truncada, de muitas divididas e discussões, claramente podemos perceber que nenhum atleta joga por si, mas sim cada jogador Chapecoense defendendo seu companheiro em qualquer dividida.

A primeira grande oportunidade só surgiu aos 34 minutos, quando o lateral e hoje capitão Reinaldo chutou de bico da grande área, obrigando o goleiro Jandrei fazer grande defesa, no rebote Wellington Paulista mandou para fora.

Se na primeira Wellington que leva nas costas o número do maior artilheiro da história do clube desperdiçou, na segunda não, aos 36 minutos Niltinho tocou de letra para Reinaldo, que cruzou para o atacante que de cabeça empurrou para o fundo das redes, marcando seu segundo gol na competição. Os donos da casa só assustaram nos 44 minutos, em cobrança de falta Gustavo Bastos tirou Arthur Moraes da jogada, mas acertou a trave, quase empatando a partida.

Para a segunda etapa, ambas as equipes voltaram sem alterações. Mas logo aos 5 minutos um susto, Niltinho caiu de mau jeito e sentiu o ombro, o jogador até tentou voltar, mas teve que deixar o gramado para a entrada de Osman.

A partida assim como no primeiro tempo, teve momentos sonolentos das equipes, que não conseguiam criar jogadas de perigo para os goleiros adversários. A Chapecoense se defendia e segurava o placar, já o Tubarão tentava de qualquer jeito furar o bloqueio da defesa do Verdão. Quando conseguiu aos 48 minutos, Rentería perdeu uma chance incrível, após o bate rebate, a bola caiu nos pés do atacante, que próximo da pequena área isolou, por cima da meta de Arthur Moraes.

Com o apito final do árbitro, a Chapecoense chegou a segunda vitória consecutiva, mantendo 100% de aproveitamento e a liderança do Campeonato Catarinense. O Verdão volta a campo no próximo sábado (4), quando receberá na Arena Condá o Almirante Barroso, às 19h30.

O duelo já tem uma alteração confirmada pelo técnico Mancini, Elias deverá ganhar mais uma oportunidade, um dos xodós do torcedor Chapecoense, o goleiro tem tudo para assumir de vez a vaga de titular, outra alteração poderá ser a ausência de Niltinho, que deixou o gramado com dores, com isso Osman deve ganhar a vaga na equipe titular.

Marcelo Weber || @acfmarcelo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.