Header Ads

Aos que desistiram e aos torcedores amendoim

Não vim comentar a virada sobre o CRAC que ocorreu na última quarta-feira (22). Meu texto hoje fala sobre outro assunto, que envolve o time como um todo. Curiosamente, pra não dizer irônico, Gilson Kleina pediu demissão um dia após o meu último texto que defendia em partes a sua permanência. Agora te pergunto torcedor, finalmente a imprensa conseguiu tirar Kleina, com a especulação de nomes como Vanderlei Luxemburgo, Guilherme Alves e Argel Fucks você acha que o Goiás vai achar a "fórmula mágica" do futebol e se tornar um time imbatível?

Hoje o assunto não é uma mera análise, é um debate com você torcedor
Imagem: Internet
Minha resposta? Não, vai passar longe disso, me chame de louco, doente, o que quiser, mas é algo muito maior que defender um técnico. Ano passado debatendo com um palmeirense sobre a forma como Cuca fazia o time jogar não era as mais "vistosas", mas os resultados chegavam e a torcida ia ao Allianz Parque com um enorme sorriso no rosto me fez chegar a uma conclusão que temos capacidade de fazer o mesmo.

Não, eu não estou comparando meu time com o Palmeiras, longe disso, quero chegar a outro ponto. Por qual motivo, mesmo Cuca sendo criticado por críticos de calibre nacional (Mauro Cezar Pereira/ESPN era extramente contra sua forma de jogo, e a apelidava de "cucabol") ele não foi demitido? Fácil, ele tinha resultados e a torcida estava do lado dele. Por mais que em uma partida ou outra faltava à beleza dentro de campo, Cuca trazia a vitória para casa, era 1x0 com muito esforço, mas são os três pontos que importam. Quero enfatizar novamente que a torcida apoiou sempre o time, independentemente do futebol apresentado por Cuca.

Kleina ganhou os dois clássicos jogando muito bem, tinha o melhor aproveitamento dentro de casa, perdeu apenas dois jogos no meio de um turbilhão que era o problema com Walter, fora isso, levou o time até a 4ª fase e o mais perto que ele passou de vexame foi ir pros pênaltis com um time da mesma divisão que a nossa (se fosse um empate fora de casa pela Série B, ninguém estaria achando ruim), hoje o Goiás já está entre os times do eixo do Sudeste-Sul e vai tentar ir mais longe ainda na Copa do Brasil. Era um técnico que tinha vestiário, mantinha o elenco unido, e estava nos deixando na liderança do campeonato. Porque então ele quis sair?

Muito fácil achar a resposta, o Goiás é um dos poucos times que uma grande parte da torcida vai para o estádio "atrapalhar" a equipe ao invés de apoiar, mesmo vencendo há protesto para demissão do técnico (É impossível trabalhar em um ambiente assim). Enquanto a organizada e alguns torcedores dão máximo apoio, cantando e fazendo a festa nas arquibancadas, o resto do estádio fica calado... Sem cantar, sem apoiar, sem aplaudir, só abrindo a boca para xingar ou reclamar do time. Não sou eu que estou dizendo isso, faço das palavras de nosso camisa 10 as minhas:

A pressão parece que é contra nós e não a nosso favor. O jogo mal começa e com cinco minutos, zero a zero e já estamos sendo xingado e vaiado e isso não é torcer pelo time que a gente ama e que você tem paixão. Já fui torcedor e nunca fui para o estádio para xingar jogador. A atmosfera que existe aqui a gente está jogando contra todo mundo dentro da nossa casa. Líder do Campeonato, na quarta rodada da Copa do Brasil, ganhamos dois clássicos - então acho que algumas coisas precisam ser repensadas para o Goiás estar onde está”... Juan em entrevista ao Diário de Goiás.

Falta mais apoio daqueles que abandonaram o time. Foto: Fox Sports
Esse tipo de torcedor, que é 0 apoio, e 100% reclamação, tem o apelido de "amendoim” (pelo fato de ficar sentado mascando amendoim e resmungando o jogo inteiro). Pra você que adéqua a este perfil de torcedor, quero avisar que "infelizmente" está na hora de mudar de postura. Não ajuda em nada ficar apenas reclamando dentro do estádio, o time não vai pra frente se você só ofender as mães dos jogadores, e não cantar nenhuma música, nem o hino do time. O tão falado titulo de expressão que você não se cansa de pedir, todos querem sim, mas ele não vai chegar nunca se você ficar apenas reclamando. Resumindo, para essa parte da torcida, falta uma coisa: Paciência.

Apoio é tudo, se você canta, aplaude e motiva os jogadores, jogar dentro de casa volta a ser uma vantagem. Acho que ficar exigindo por um futebol igual o do Barcelona é muito para um time que está na segunda divisão e passa por uma reformulação a todo vapor, entenda que para a imprensa, principalmente a goiana, sempre haverá algum defeito em nosso time por mais que ele jogue o "fino da bola" e distribua goleadas em seus adversários. Eles criticam não só pelo simples fato de falar que algo está ruim, mas porque falar mal de algo traz muito mais audiência do que elogiar um trabalho!

Se ano passado nem o Campeão Brasileiro da Série A (Palmeiras) não escapava das críticas, não vai ser o Goiás que vai agradar a todos, está na hora de entender que o problema não é mais o técnico, e sim os torcedores que estão "abandonando" o time, trocando ele pelo sofá da sala, ou indo ao estádio para ser uma voz contra, e não a favor da camisa esmeraldina. Peço a você torcedor, que se inspire nos torcedores palmeirenses, que por mais que a mídia fale mal da forma de jogar do time, você olhe os resultados que o técnico e o elenco traz, Kleina foi embora de forma errada e hoje eu tenho grande receio de quem vai assumir o nosso time. Pois dependendo de quem assumir (qualquer um dos três citados no início desse texto) tem é medo do futebol que será mostrado em campo, fará todos pedirem Kleina de volta.

Marcelo Oliveira é o 4º cogitado pela imprensa na equipe. Mesmo eu vendo esse nome como algo utópico, torço pra que se torne verdade e ele assuma a equipe esmeraldina. Foto: Circuito Mato Grosso
Pra você que vai ao estádio, peço para que adote o comportamento dos torcedores "fanáticos", cante sem parar e vibre todo momento. É claro que alguém vai errar um passe fácil, isso acontece a todo o momento, mas se você motivar ao invés de reclamar, as chances de isso acontecer de novo diminuem. Pra você que não vai mais, que abandonou o time, fica aqui meu convite para que você vá ao clássico desse domingo, e nos próximos jogos.

Mais do que nunca nosso time precisa de seu apoio, o Goiás está passando pela fase mais crítica de sua história e ele só vai conseguir superar esse momento se você estiver lá apoiando. Mude a mentalidade e apoie o time na vitória, na derrota, jogando bem ou mal... Esqueça o que a imprensa diz e honre a camisa que você torce! Paciência que aquele Goiás que todos nós queremos irá voltar! Mas não voltará sozinho, será com nosso apoio!

Artur Pinheiro ll Facebook
Linha de Fundo ll @SiteLF 

2 comentários:

  1. Concordo demaais !! Torcida amendoim eh chataaa pra caralho e atrapalha o desempenho dos atletas...na torcida do goias exceto a FJG, o pessoal canta com anemia e parece se envergonhar de ser a ultima voz do coro de vozes....tem que rolar uma interacao de toda torcida com a bateria,xingar os bandeiras, o juiz e os jogadores adversarios tem que rolar tb

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.