Header Ads

É jogo grande? Pode confiar

Resultado de imagem para liverpool arsenal
Jogadores comemoram gol na vitória contra o Arsenal (Foto: divulgação)
Vindo de uma derrota e péssima atuação contra o Leicester, o Liverpool recebeu o Arsenal em Anfield no último sábado (04), e teve uma excelente atuação, como já é costumeiro contra times da parte de cima da tabela. Ganhou e ganhou bem: 3-1 com direito a gol nos acréscimos. A receita parece infalível, Liverpool contra adversários top 6 na Premier League é vitória praticamente certa aos Reds.

A escalação do adversário surpreendeu Alexis Sanchéz, melhor jogador do Arsenal na temporada, estava no banco. O Liverpool, que não tem nada a ver com isso, foi pra cima e com tranquilidade de quem sequer estava sendo incomodado, abriu o placar aos 9' com gol de Roberto Firmino após chute cruzado de Sadio Manè. Ainda no primeiro tempo, aos 39', o brasileiro retribuiu o presente e após bela troca de passes, deixou o senegalês livre pra marcar o segundo. No intervalo o placar marcava 2-0, um resultado justo de um tempo onde o Liverpool foi absoluto. Ganhava todas no meio, acelerava pelas laterais e finalizava com qualidade.

Após o intervalo, Alexis Sánchez entrou e deu ao adversário maior volume de jogo. Foi dele, inclusive, o passe para Welbeck marcar e diminuir. O jogo ganhou emoção e intensidade após o gol do time londrino. Lá e cá, com muitas chances criadas, inclusive uma bola cabeceada na trave por Origi. O meio funcionava, Wijnaldum e Lallana distribuíam o jogo enquanto Emre Can ia muito bem à marcação. Mignolet fez ótimas defesas para nos salvar e na frente, Coutinho, Firmino, Mané e depois Origi, davam sufoco à zaga adversária.

Nos acréscimos do jogo, quando éramos relativamente pressionados, em contra-ataque muito bem armado, Lallana lançou Origi, que deu um belo passe para que Wijnaldum chutar de primeira e assim dar números finais à partida.

Com a vitória, o Liverpool agora ocupa a 4ª colocação, um ponto a frente do Arsenal, porém com um jogo a mais. Na próxima rodada, contra o Burnley, o time de Jurgen Klopp tem a chance de mostrar que não vai mais vacilar contra times pequenos.  

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.