Header Ads

Justiça não ganha jogo: Flamengo tropeça na Libertadores

Parece inacreditável, mas aconteceu. O Flamengo tinha tudo para sair com um resultado positivo do Chile e disparar de vez na liderança do Grupo 4 da Libertadores, mas não soube fazer o seu papel e permitiu que a Universidad Católica ganhasse o jogo em uma cabeçada firme de Santiago Silva na reta final do jogo.

O jogo começou antes mesmo do apito inicial, quando San Lorenzo e Atlético Paranaense se enfrentavam em Buenos Aires, o Flamengo ficava de olho na partida que poderia ajudar e muito na classificação provisória do grupo. O Furacão venceu, afundou o hermanos do San Lorenzo e mandou o Flamengo para 3° do grupo, porém ainda jogaríamos e como favoritos. Esta aí o calo do Flamengo em Libertadores, achar que é favorito em todas as partidas seja ela dentro ou fora de casa e mesmo assim deixar a desejar.

A grande diferença é que dessa vez o Flamengo jogou como grande, algumas vezes até melhor que o futebol apresentado no 1° tempo contra o San Lorenzo, mas algumas falhas defensivas individuais e a falta de pontaria (que só aconteceu nessa partida) dos atacantes falou mais alto e isso não faltou para os Chilenos, que aproveitaram as poucas oportunidades que tiveram. 

Falhas defensivas e falta de pontaria custaram os 3 pontos no Chile. Foto: Flamengo
Muito se reclama pelo Zé Ricardo ter iniciado o jogo com "três volantes", porém não foi isso que pode ser visto em campo. A entrada de Márcio Araújo (que fez um ótimo jogo) liberou Rômulo e Arão e ao contrário do que dizem, o time ficou longe de ter entrado em campo com uma tática defensiva e de esperar o adversário, não faltaram chances para o Flamengo matar o jogo, só Guerrero finalizou seis vezes, Diego chutou na trave, Réver e Arão perderam gols incríveis, são detalhes que trilham o caminho de um time na Libertadores, pro bem ou pro mal.

Vale ressaltar também a atuação de Rafael Vaz, que já vem tirando a paciência do torcedor Rubro Negro há tempos, o camisa 3 quase deu um gol de presente para Santiago Silva num recuo de bola extremamente infantil para Alex Muralha, que operou um milagre e defendeu a bola. O zagueiro também tem sido muito pressionado por forçar demais as jogadas longas com chutões, só ontem Vaz errou oito dos nove que tentou. Porém, ele não joga sozinho, são mais 10 em campo que precisam suprir essa falha do jogador e dessa vez não aconteceu. Diego fez uma partida apática e em uma falta inocente na lateral do campo, surgiu o gol da Universidad Católica. Santiago "El Tanque" Silva aproveitou o erro da marcação de Berrío e testou para o fundo do gol de Muralha, 1 a 0. Depois do gol, não houve mais jogo, apenas a expulsão de Berrío que vai complicar e muito o time para os próximos jogos.

Não é momento para crise, é natural perder fora de casa na Libertadores, é preciso lembrar também que mesmo perdendo, fomos superiores e se manter o bom futebol somado a boa pontaria, podemos tranquilamente nos classificar para as oitavas de final da competição. É momento de acalmar os ânimos, não pensar em crise, não acabar o mundo agora, ainda faltam quatro jogos e muita coisa ainda vai acontecer.

Queremos a Copa. Vamos, Flamengo!

Por: Matheus Subtil / @matheusubtil 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.