Header Ads

No primeiro Derby do Cerrado do ano, Vila Nova e Goiás não saem do 0x0

No último domingo (26), Vila Nova e Goiás se enfrentaram no Serra Dourada, as equipes buscava concretizar de vez a classificação para as semifinais da competição é também da liderança do Grupo A. No primeiro clássico entre Vila Nova x Goiás do ano, os ataques pararam nas boas defesas dos goleiros Elisson e Marcelo Rangel. A festa mesmo ficou por conta do torcedor.

Após cinco meses, Vila Nova e Goiás voltaram a se enfrentar em clássico de número 291. O último confronto entre as duas equipes aconteceu pelo Brasileirão Série B, quando o Tigrão venceu pelo placar de 2x1. Os rivais vivem momentos parecidos no estadual, já na partida os tempos distintos deixou o jogo bem disputado. A partida ainda contou com um aperitivo a mais, a forte chuva que espantou um pouco o calor de Goiás. E após vários anos, Vila e Goiás voltaram a disputar um grande clássico no Serra Dourada.

(Foto: Reprodução).
O jogo

No primeiro tempo, o Tigrão tomou as iniciativas da partida saindo mais para o jogo, parecia que finalmente o time voltaria a jogar aquele futebol do início do estadual. Mazola mudou o esquema do time para tentar surpreender a equipe esmeraldina. Tirando o fôlego do adversário. Conseguiu. O ataque colorado fez a defesa adversária trabalhar, parando nas boas defesas do goleiro Marcelo Rangel.

Vila começou melhor no jogo, mas viu o rival crescer na partida e ganhar superioridade. Aos 17' da etapa inicial, Alemão não cortou uma bola alcançada na área colorada e a bola sobrou para Otacildo, o goleiro Elisson salvou o Tigre do que seria o primeiro gol da partida.

Com 33' Patrick arrancou invadiu a área colorada e bateu cruzado, mal. A bola acabou saindo pela linha lateral. Mas, a melhor oportunidade de gol do primeiro tempo foi do Goiás.

Aos 43' Carlos Eduardo recebeu, deixou PH no chão e arrancou ficando frente a frente com o goleiro Elisson. E o atacante perdeu o tempo da bola. Dois minutos depois, Everton conduziu a bola e arriscou da intermediária. No centro do gol, o goleiro esmeraldino defendeu. Destaque do primeiro tempo para os goleiros.

(Foto: Reprodução / Vila Nova FC).
No segundo tempo começou com o Tigrão em cima, aos 4' Maguinho bateu na entrada da área, pegou o arqueiro esmeraldino. Quatro minutos depois, Wallyson recebeu uma bola longa, mas Rangel ficou com ela. Goiás bem atento no jogo rebateu aos 11' da segunda etapa Tiago Luís bateu e Elisson fez uma grande defesa.

Com 13 minutos, o time esmeraldino tomou conta do jogo. Tigrão se recuou e tentou se defender. Em outra boa chegada do Vila, Everton chutou, mas a bola parou na marcação esmeraldina.

A partida começou a ficar perigosa para os goleiros devido a forte chuva, então os times tentaram arriscar mais de fora da área. Aos 25' Tiago Luís livre pela esquerda, arriscou e Elisson mandou por escanteio. Jogo foi lá e cá. Em seguida o Tigre rebateu com Everton que chutou de fora da área. Rangel com dificuldade rebateu a bola, mas pegou na sequência. Sem chance de rebote para o ataque colorado.

Aos 37' Elisson ajudou novamente o Tigrão, Carlos Eduardo em boa jogada se livrou dos zagueiros, mas Elisson atento se livrou da bola. O jogo se encaminhava para o fim e a pressão era toda do Vila Nova. Aos 41' Wallyson recebeu e bateu forte. A bola passou pela trave esquerda de Rangel, que secou essa com os olhos. Não foi dessa vez.

Pressão colorada. Dois minutos depois, Geovane mandou uma bomba de fora da área, obrigando Marcelo Rangel a trabalhar novamente. Outra boa defesa no jogo. Mais pressão colorada. No último minuto o zagueiro Alemão chutou, a bola bate no braço do zagueiro esmeraldino é a torcida pede pênalti.

O Tigrão folga na rodada do meio de semana e voltando a campo só no próximo domingo (2), contra o Itumbiara em casa. A princípio o jogo está marcado para o Estádio Serra Dourada às 16h.

Opinião

Muito bem postado em campo desde o inicio da partida o Vila se mostrava ser outra equipe, como também foi no jogo diante do Iporá. Mazola fez algumas alterações, mudando também o esquema do último jogo com três atacantes para três zagueiros para muitos ele já entraria com medo do Goiás. Pelo contrario e pela primeira vez o esquema dele rendeu.

Mazola já havia testado esse esquema em outros jogos pelo Goianão, não deu certo. A zaga batia cabeça. Por que dessa vez daria? Foi essa a pergunta do torcedor. Bom, como hoje nossa lateral peca na marcação o ideal seria ele entrar mesmo no 5-3-2. Deslocando um dos zagueiros para ajudar na marcação das laterais. Foi isso que ele fez. Era o que ele tinha no momento.

O destaque nesses últimos jogos do Tigrão, principalmente neste clássico foi justamente o goleiro Elisson, que recentemente ganhou a vaga de Wendell. O goleiro que veio do Cruzeiro foi destaque por onde passou demorou ganhar uma oportunidade como titular.

Outro destaque é o zagueiro Alemão, que herdou a vaga do jovem Brunão também sem segurança tinha sido sacado do time titular. Por sinal o prata da casa voltou a ganhar uma oportunidade contra o Goiás e não comprometeu em momento nenhum a equipe. Jogando bem e ainda ajudou na marcação da lateral. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.