Header Ads

Sampaio perde novamente para o Inter e se despede da Copa do Brasil

Com a ingrata missão de reverter à desvantagem no primeiro confronto (4 a 1), o Sampaio Corrêa foi a Porto Alegre para enfrentar o Internacional, no Estádio Beira-Rio, na noite de ontem, às 21h45, pela 3ª fase da Copa do Brasil. A Bolívia Querida tentou, mas o resultado foi decepcionante, 3 a 0 para os gaúchos.

Sampaio sofre nova derrota para o Inter e está eliminado da Copa do Brasil (Foto: www.futebolinterior.com.br)
Os gols

O Internacional abriu o placar aos 41 minutos do primeiro tempo. Em contra-ataque, Fabinho cruzou da direita e Carlos subiu sozinho para cabecear para o fundo das redes.

O segundo gol do Colorado aconteceu aos 23 minutos do segundo tempo. Após erro de passe de Valderrama no meio de campo, Iago lançou a bola ao ataque, o zagueiro Renan Dutra não cortou e Carlos mandou por cobertura, na saída de Jean, para ampliar o placar.

O Inter fechou a conta aos 30 minutos. D’Alessandro cobrou falta com maestria no ângulo direito, sem chance para Jean, e determinou a derrota do Tricolor.

Analise do jogo

O Sampaio fez um bom primeiro tempo, marcando bem, sobretudo com a estreia do volante Diego Silva, controlando o meio de campo e tomando uma atitude ofensiva, acionando bastante o ataque, pois não havia nada a perder. O Internacional explorou alguns contra-ataques, principalmente pelo lado direito, onde Esquerdinha atuou e deixava sempre espaço para as investidas do ataque Colorado. E foi assim que aconteceu o primeiro gol.

A Bolívia Querida ainda teve duas oportunidades no primeiro tempo. Guilherme, após passe enfiado de Hiltinho na área, finalizou cruzado, mas Marcelo Lomba defendeu com segurança. Após o primeiro gol da partida, Hiltinho invadiu a área, driblou o marcador e tentou acertar rasteiro no canto direito, mas o goleiro se esticou todo para espalmar para fora.

Na volta para o segundo tempo, o técnico Antônio Carlos Zago mexeu na equipe colorada e sacou o venezuelano Seijas para a entrada de D’Alessandro. Assim, o Inter conseguiu quebrar a marcação imposta pelo tricolor, que cansou depois dos 20 minutos, e passou a dominar o meio de campo. O jogo passou a ficar nas mãos do time gaúcho e o Sampaio nada pôde fazer. Além dos erros individuais, cruciais para a derrota, o que pesou contra a Bolívia Querida foi a falta de opções ofensivas.

Estreias

Para a próxima partida, o Sampaio poderá contar com novas estreias. O volante Alessandro Paraná, que se lesionou na pré-temporada, está recuperado e poderá, enfim, fazer o seu primeiro jogo com a camisa tricolor. O goleiro Alex Alves já está à disposição do treinador Francisco Diá e deve ser o novo dono da camisa 1. Além dele, o zagueiro Maracás, o lateral direito e volante Pedro e o atacante Uillian já estarão regularizados e disponíveis. Vale lembrar que para um jogo tão importante não se pode mexer tanto na equipe que vem jogando por conta da falta de entrosamento entre os novos contratados. Então ainda veremos alguns desses jogadores “meia-boca” em campo no próximo embate.

Próximo confronto

A Bolívia Querida voltará aos seus domínios no dia 19 (domingo) para enfrentar o Imperatriz, pela última rodada da fase de grupos do primeiro turno do Maranhense. A partida acontecerá no Castelão, às 16h. O Sampaio precisa vencer por uma boa diferença e torcer por um empate entre São José e Santa Quitéria, pois os três possuem cinco pontos, mas o Peixe-pedra tem maior saldo de gol, ou torcer por uma vitória da Raposa e, dependendo do saldo de gols da partida, poderá avançar para as semifinais.

FICHA DO JOGO:
INTERNACIONAL 3 X 0 SAMPAIO CORRÊA

Local: Estádio Beira-Rio, Porto Alegre (RS)
Data: 15 de março de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo D’Alonso Ferreira (SC)
Gols: Carlos, aos 41’ 1ºT e 23’ 2ºT, e D’Alessandro, aos 30’ 2ºT
Cartões amarelos: Charles, Iago e Seijas (Internacional); Hiltinho, Daniel Barros e Breno (Sampaio Corrêa)

Internacional: Marcelo Lomba; William, Neris (Valdemir), Ernando e Iago; Charles, Fabinho, Valdívia (Gustavo Ferrareis) e Seijas (D’Alessandro); Roberson e Carlos. Técnico: Antônio Carlos Zago.

Sampaio Corrêa: Jean; Roniery, Breno, Renan Dutra e Esquerdinha; Diego Silva, Valderrama, Daniel Barros (Wesley) e Hiltinho; Henrique (Ruhan) e Guilherme (Giovani). Técnico: Francisco Diá.

Marcos Fernandes || Twitter: @poetafernandes
Linha de Fundo || @SiteLF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.