Header Ads

Sobrevivemos. Agora chegou a hora de encarar a realidade

Um sol para cada um e uma partida muito fraca. Este foi o resumo do confronto entre Taubaté e União Barbarense pela décima rodada do Campeonato Paulista da Série A2.

Com o time remendado e atuando com laterais improvisados, o Burro da Central apresentou um futebol bem pobre nos primeiros 45 minutos no Joaquinzão. Na volta para a etapa final, o técnico Evaristo Piza resolveu mexer na equipe, promovendo as entradas de Rafael Rosa e Tiago Tremonti. 

Gol solitário de Alex Silva garantiu mais três pontos para o Taubaté na A2. Foto: Bruno Castilho/EC Taubaté
Os primeiros minutos foram terríveis, com o Taubaté tomando pressão em casa para o lanterna do campeonato. Se não fosse as grandes intervenções do goleiro Célio Gabriel, as coisas ficaram ruins para o Burro.

Com o passar do tempo, o Alviazul se encontrou, o mínimo, para vencer a partida. Aos 27 minutos, Cassinho cobrou falta com perfeição, a bola bateu na trave e sobrou para o capitão Alex Silva apenas empurrar para o fundo das redes.

Com o resultado, o Taubaté subiu para o quinto lugar e chegou a quatro vitórias nas últimas cinco partidas. As quatro vitórias sobre equipes que estão na zona de rebaixamento ou muito próximas delas. O Burro sobreviveu bem à série de partidas em tese mais tranquilas da competição.

Daqui para frente, é hora de mostrar a real condição do time: Seguir na parte de cima ou jogar para se manter na divisão. Próximo compromisso, Juventus na Rua Javari. O time da Mooca luta para sair das últimas posições, porém o Taubaté é freguês histórico do Moleque Travesso, ainda mais jogando na capital. Já se vão 55 anos sem ganhar do Juventus na Javari, porém isto é assunto para a próxima postagem.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.