Header Ads

Dérbi de Madrid: Um jogo digno, à altura de um clássico

Em mais um Dérbi de Madrid eletrizante, Real Madrid e Atlético de Madrid se enfrentaram no Santiago Bernabéu, neste sábado (8), pela 31ª rodada do Campeonato Espanhol. Vindo de vitória contra o Leganés, a equipe merengue pressionou a partida inteira, porém, tropeçou e cedeu a vitória nos minutos finais.

Fomos com o line-up ideal - os 11 jogadores que iniciaram a final da Champions League — do outro lado não foi diferente, o time de Simeone era praticamente o mesmo que iniciou aquela final em Milão. Num jogo movimentado, com alternâncias no comando do jogo e ambas as equipes com as mesmas propostas, a partida ficou no empate por 1 a 1. O resultado, em tese, remete o que foi o jogo.

Usando o tradicional 4-3-3, o técnico Zinedine Zidane foi à campo com: Keylor Navas; Marcelo, Sérgio Ramos, Pepe e Carvajal; Modric, Casemiro e Kroos; Cristiano Ronaldo, Benzema e Gareth Bale.

No começo do primeiro tempo, o Atlético de Madrid abdicou da sua famosa retranca e pressionou o Real Madrid durante alguns minutos, porém, sem efetividade. Casemiro foi muito acionado nos primeiros minutos, sendo novamente impecável na marcação, engolindo o meio-campo do Atlético de Madrid. Nessas alternâncias da partida, o Real Madrid retomou a posse de bola e obrigou a defesa do Atlético trabalhar. Um alento veio quando Benzema dominou a bola, tocou para Cristiano Ronaldo, que devolveu para o centroavante francês finalizar a gol. Oblak fez bela defesa.

A pressão merengue não parou por aí — antes do lance de efeito do Benzema, Cristiano Ronaldo já havia acionado Oblak, num chute de fora da área com perigo. Em meados dos 30 minutos, Modric roubou a bola no meio-campo, tabelou com Kroos e achou Cristiano Ronaldo livre no bico da área, que chutou forte no gol. Savic foi salvador e tirou a bola encima da linha, sendo crucial pra evitar o primeiro gol da nossa equipe.

O Atlético também ofereceu perigo ao goleiro Keylor Navas — após passe errado de Sérgio Ramos, Griezmann aproveitou e avançou com a bola dominada, cortou e finalizou de longe no canto esquerdo. Navas se esticou e fez boa defesa. O primeiro tempo ficou nisso: Jogo parelho, boas chances para ambas as equipes e os goleiros fazendo boas intervenções. Um jogo digno e que faz jus ao clássico.

(Foto: Facebook/ Real Madrid C.F.)
No segundo tempo, mantivemos a mesma pegada, buscando o gol a todo custo. Gol que posteriormente sairia, no quesito que somos mestrados e os melhores do mundo: A bola aérea. Aos 52', Saul meteu a mão na bola e o juiz marcou falta. Kroos cobrou a falta com perfeição na cabeça de Pepe - o português não perdoou e marcou o primeiro gol da partida. 1-0.

O zagueiro luso-brasileiro foi substituído alguns minutos depois, após choque com Toni Kroos. Nacho Fernández entrou em seu lugar. Além dessa substituição, Zidane ainda tirou Kroos, erroneamente, que deu lugar a Isco. Também substituiu o retraído Bale, que fez uma partida discreta/pífia, dando lugar à Lucas Vázquez.

A nossa equipe passou a ter outra postura em campo. O Atlético de Madrid, que não tinha nada a perder, só viu vantagem nisso e conseguiu empatar a partida nos minutos finais. Correa avançou no meio-campo e deu belo passe para Griezmann nas costas da zaga. O atacante francês, que possui muito recurso pra finalizar, empatou a partida aos 85'. E assim ficou o dérbi: Empate com gosto de derrota, contando com o tropeço do Barcelona diante do Málaga. A equipe catalã perdeu por 2-0 e figura na segunda colocação, a três pontos do líder Real Madrid. Já o Atlético de Madrid deu adeus ao título, e ainda segue firme na Champions League.

O Real Madrid volta aos gramados no dia 12/04, onde enfrentará o Bayern de Munique, pela Champions League. Jogo da ida será realizado na Allianz Arena, e decidiremos no Santiago Bernabéu, no dia 18/04. #HalaMadrid

Por: Kayo Henrique | | Twitter: @Heenrique010

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.