Header Ads

Não perca o foco, Cruzeiro

Uma boa noite só para quem reservou especialmente o domingo para o futebolzinho sagrado e acabou se deparando com um time bem preguiçoso que parece que se esqueceu de entrar em campo e por consequência estou falando com você, nação azul, mas calma, para não perder o costume, vou começar cumprimentando e saudando a minha família azul celeste só para disfarçar o trauma após uma partida como essa.

Fala nação azul, tudo bom com vocês? Se por acaso vocês assistiram o mesmo jogo que eu, então devem ou pelo menos deveriam estar no mínimo decepcionados com a atuação do Cruzeiro diante do América-MG.

No fundo já era de se esperar que a Raposa não gastasse todas as suas energias na semifinal do Campeonato Mineiro pelo fato de estar visando às outras competições mais importantes como, por exemplo, a Copa do Brasil. Entretanto o Campeonato Mineiro não deveria ser desvalorizado pelos jogadores e sem se esquecer de que não chegamos á final e nem ganhamos o Mineiro há um bom tempo, tudo tem limite, certo? Obrigada.

O maior medo é a derrota chegar, em algum momento decisivo e a equipe pensar que poderá conseguir reverter o resultado quando quiserem e geralmente não é assim, o futebol é um esporte imprevisível. Sim, tivemos sorte no confronto entre Cruzeiro e América, por mais que o Coelho saiu na frente no placar (e mais do que merecido) conseguimos um gol de empate com Thiago Neves, que por mais que juntamente com o time estava desligado, na hora certa foi decisivo.

Foto: Washington Alves / Cruzeiro
Thiago Neves que fez gol no clássico e contra o Nacional auxiliou em duas assistências contra o São Paulo e foi decisivo na primeira etapa da semifinal do Mineiro.

Um primeiro tempo péssimo e uma etapa final mediana, claramente o time celeste não estava com pensamento no duelo e por sinal podem colocar esse empate na conta do goleiro Rafael, pois se não fosse por ele teríamos sentido o gostinho da derrota, conhecem aquele ditado: Deus no céu e Rafael na terra.

Na minha humilde opinião um dos piores jogos do Maior de Minas estavam jogando por obrigação e não porque tinham um objetivo em mente só decidiu jogar depois que o Coelho balançou as redes, o que significa que quando o Cruzeiro Esporte Clube quer algo, o grupo busca e alcança.

Por um minuto, tentaremos esquecer-se desse duelo que ate abaixa nossa autoestima, para nos concentrar no “jogão” de quarta-feira. Eu ouvi alguém dizer: “Copa do Brasil”, então é isso mesmo, próxima quarta teremos o confronto de volta Cruzeiro e São Paulo, lembrando que a Raposa conquistou uma boa vantagem (2x0), entretanto não tem nada decidido e para confirmamos uma possível classificação será necessário fazer um grande jogo.

Paula Fernandes / @Paulinha_CEC

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.