Header Ads

City 3x0 Southampton: Pausa para refletir

Estamos sempre acostumados nos jogo do nosso Southampton à ver um time com bastante posse de bola, dominando o meio campo, sempre atacando bastante e uma defesa bastante sólida. Nesse sábado contra o Manchester City tudo foi diferente. Os visitantes nos dominaram no nosso Saint Mary's principalmente no segundo tempo.

Resultado de imagem para southampton 0 x3 manchester city photos
Stephens tenta impedir o chute de Aguero (Foto:UA Football)
Início bom dos "Citizens" e mau aproveitamento dos atacantes

Logo aos cinco minutos, os adversários já tinham chutado duas vezes e ambas com perigo ao gol de Fraser Forster. O time de Manchester foi mais organizado durante o primeiro tempo, sempre criando as melhores chances com o alemão Sané e com o argentino Kun Aguero. Nosso time criou até boas oportunidades com Tadic e Ward-Prowse e com Gabbiadini, que retornou após estar lesionado. Mas um ponto a se dizer: Como faz falta Charlie Austin. Desde que o atacante se lesionou, os reservas Shane Long e Jay Rodríguez cansaram de receber oportunidades e muitas vezes, não convenceram. A seca de gols de ambos os jogadores tem feito com que Redmond, Tadic e Ward-Prowse subirem mais para o ataque, pois os atacantes não estão dando conta do recado. Agora com a volta de Gabbiadini pode ser que o ataque volte a melhorar.

Após vários bons jogos, zaga volta a falhar

Nossa dupla Yoshida e Stephens foi muito bem elogiada nos últimos jogos dos Saints. Só o que aconteceu nesse jogo? O time do City fez o que quis e entrou com facilidade em nossa defesa, obrigando nosso arqueiro a fazer algumas boas defesas. Vale ressaltar que nessa temporada perdemos Van Dijk por lesão, José Fonte foi para o West Ham e Gardos poucas chance recebe. Acho que talvez  em um jogo de menor porte pudesse ser testado o recém-chegado Martín Cáceres.

Os três gols da equipe de Manchester foram marcados por Kompany, Sané e Aguero, todos no segundo tempo e nosso goleiro não teve culpa em nenhum. A próxima partida será no dia 25 de Abril contra o Chelsea em Londres, no Stanford Bridge.

WE MARCH ON

João Eduardo Gurgel

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.