Header Ads

99% Ábila, mas aquele 1% foi Neves

Fala nação azul, o dia fica melhor quando é dia de Cruzeiro não é mesmo? No duelo entre Santos e a Raposa conseguimos presenciar: cinco Libertadores e Copas do Brasil, doze Brasileirões, cinquenta e nove estaduais e o mais importante nenhum rebaixamento, é muita tradição em campo meus amigos.

Para quem, assim como eu esperava um confronto estilo "retranqueiro Mano Menezes" de ser, ainda mais depois de vermos a escalação cruzeirense com três volantes, é normal que tiraríamos nossas próprias conclusões, porém fomos surpreendidos ao ver um Cruzeiro ofensivo na primeira etapa, um time que não se intimidou por ser visitante e conseguiu controlar o adversário dentro de sua casa.

Enquanto o primeiro tempo foi de superioridade celeste, a equipe santista voltou com mais fôlego para a segunda fase, até porque era o mandante e tinha que mostrar sua liderança. Lembrando que o fato da Raposa estar "melhorzinha" na partida não quer dizer que teria que se acomodar ou que estávamos satisfeitos com o resultado.

Fotos: Marcello Zambrana / Cruzeiro
Um jogo equilibrado, com boas chances de abrir o placar para os dois times, entretanto seria melhor a Raposa manter a postura do inicio do jogo do que ficar esperando contra-ataques como foi á segunda etapa, então Cruzeiro está liberado jogar aquele futebol que todos gostam, é só um aviso mesmo.

O gol cruzeirense era questão de tempo, estava visível que mais cedo ou mais tarde a rede iria balançar e quem apareceu para salvar o dia? Isso mesmo, Ábila da salvação que deu um passe na medida para o Thiago Neves fazer nevar. Neves que tem seis gols, cinco assistências em dezoito partidas com a camisa do Cruzeiro Esporte Clube.

E hoje, temos mais elogios do que criticas para o Maior de Minas, de fato nesse domingo tivemos um comportamento diferente dos confrontos anteriores, foi decisivo quando era necessário, apesar do grupo ter cometido falhas o jogo foi mais envolvente do que decepcionante, ainda mais quando somamos mais três pontos e por isso diante do time paulista, colhemos aquilo que plantamos, o que aprendemos com isso? É que quando fazemos um bom jogo na maioria das vezes, alcançamos um resultado positivo.

Por falar em positivo, sabemos que ainda é inicio do Brasileirão, mas não custa nada destacar que estamos na parte de cima da tabela, o que fazer? Trabalhar para que isso permaneça, pés no chão e da-lhe Cruzeiro.

Paula Fernandes/@Paulinha_CEC

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.