Header Ads

Arsenal x Chelsea: Uma prévia da final

Seguindo à risca a tradição do cenário futebolístico inglês, a grande final da FA Cup marcará o fim da temporada do futebol na Inglaterra. A Copa da Inglaterra, além de ser o mais antigo torneio de futebol de todo o mundo, é também a segunda mais importante competição nacional da Inglaterra. Sempre disputada no colossal estádio de Wembley, é uma partida que possui uma atmosfera inconfundível.

Na atual temporada, a FA Cup será decidida por Arsenal e Chelsea, no sábado às 13h30 (horário de Brasília). Uma final disputada em Londres por dois times londrinos e rivais. A grande diferença fica exatamente no momento vivido por cada clube, e é sobre isso que comentarei aqui.

Sanchez e Kanté. (Foto: Twitter oficial Chelsea)
ARSENAL

Ciente que entrará como azarão, o Arsenal joga em busca de seu 13º título na competição. Vindo de uma das temporadas mais turbulentas de sua história, Wenger e seus comandados procuraram na FA Cup uma maneira de amenizar a crise que envolveu o clube nesta temporada, talvez a maior já vivenciada pelo Arsenal.

Nesta temporada, o casamento Arsenal-Champions League acabou depois de mais de 20 anos. Nesta temporada, os Gunners terminaram atrás de seu maior rival, o Tottenham, na tabela do Campeonato Inglês depois de 22 anos. Nesta temporada, houve mais um vexame do time na Champions League, duas derrotas humilhantes frente ao Bayern nas oitavas de final que proporcionaram um placar agregado de 10x2 para os alemães. Nesta temporada, as incertezas mais do que nunca cercaram o Arsenal, mais do que nunca Wenger balançou em seu cargo. Esses são apenas alguns dos fatores que ajudam a explicar o quão problemática foi a temporada dos Gunners e o tamanho da importância da partida.

Por outro lado, o time mostrou uma evolução nessa reta final de temporada. Wenger mudou o esquema tático do time, o Arsenal voltou a jogar com uma linha de três zagueiros depois de mais de duas décadas e alguns resultados importantes vieram, mas infelizmente, foi tarde demais. As cinco vitórias nos últimos cinco jogos disputados pelo clube podem servir como um incentivo a mais aos jogadores. Mesmo sem poder contar com algumas peças importantes, principalmente defensivas (como as ausências de Koscielny, o capitão do time e do alemão Mustafi), Wenger seguirá jogando no 3-4-3, confiando no bom momento de seus principais jogadores, especialmente no de Alexis Sanchez.

Desfalques confirmados: Santi Cazorla, Koscielny, Mustafi, Gabriel Paulista, Adelaide e Gibbs*.
Provável escalação: Ospina; Holding, Mertesacker, Monreal; Bellerín, Xhaka, Ramsey e Chamberlain; Ozil, Sanchez e Welbeck.

Jogadores do Arsenal comemorando durante a semi-final. (Foto: Arsenal.com)
CHELSEA

O Chelsea começa a partida no sábado com a certeza de ser amplo favorito à conquistar a taça. Em busca de seu oitavo título na competição, os Blues querem a FA Cup para coroar de vez a grande temporada vivida pela equipe, mesmo sem terem disputado qualquer competição europeia.

O momento do Chelsea não poderia ser melhor; campeão inglês de forma antecipada e jogando um futebol bonito e vertical durante toda campanha rumo ao título. Um ataque eficaz, uma defesa sólida e um treinador de extrema qualidade caracterizam o Chelsea como um dos times mais difíceis de serem batidos em toda Europa atualmente. Chega a ser difícil apontar um destaque negativo entre os titulares dos Blues nessa temporada, pois quase todos os jogadores do time apresentaram um excelente futebol durante a temporada; com David Luiz, Cahill, Kanté e Hazard figurando na seleção do campeonato escolhida pelos jogadores.

Conte possuirá a vantagem de poder contar com todos os seus jogadores e entrar força total para a final. Também armado num 3-4-3, o Chelsea de Antonio Conte apresenta um futebol controlador e envolvente, que busca dominar o jogo no campo do adversário; tudo que Wenger menos poderia desejar enfrentar nessa final.

Desfalques confirmados: Não há.
Provável escalação: Courtois; Azpilicueta, Cahill e David Luiz; Moses, Kanté, Fabregàs e Marcos Alonso; Pedro, Hazard e Diego Costa.

William e David Luiz durante a semi-final. (Foto: Chelsea.com)
Arsenal e Chelsea já se enfrentaram duas vezes na temporada, com uma vitória para cada lado. O terceiro e último confronto entre os dois times será sem dúvida alguma o mais importante. Que tenhamos uma grande final e um excelente jogo!

Por: Matheus Moraes - Twitter: @mathmoraees

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.