Header Ads

Bom resultado mas ainda seguimos em alerta

Um jogo muito aguardado por parte das duas torcidas, um duelo que já foi decisão de campeonato regional onde o Cuiabá no ano de 2015 conseguiu algo inimaginável, reverter um placar que havia sido elástico nesse mesmo estádio do jogo desde domingo, um estádio que não traz boas recordações a torcedores cuiabanos.

Remo e Cuiabá mostraram times bem montados por seus treinadores. O dourado principalmente, pois mudou seu esquema tático que antes era um 4-3-3, agora o treinador ajustou o time para o 4-4-2, onde ocorreram muitas estreias.

Recém chegados ao time, os atacantes Bruno Sávio e Elias; o meio campo Pereira e o lateral esquerdo Rafael Estevam ja foram lançados pelo professor Roberto fonseca, nosso técnico e já mostravam uma boa impressão, fatores importantes para um time que precisa se reerguer .

O jogo

Como era de se imaginar, o jogo iria ser duro, Remo um clube tradicional Paraense contava com o apoio de sua torcida que cá pra nós é um espetáculo, sempre apoiando do começo ao fim, cantam sem parar e demonstram amor ao time. O jogo começou lá e cá, no mangueirão, tínhamos certo receio pelo time cuiabano contar com várias estreias em setores importantes, mas deram conta do recado.

Pereira que veio para ser o camisa 10 que precisamos, participativo, inteligente, bom toque de bola, deu seu cartão de visitas ao goleiro Vinicius, em uma troca de passes bem feita pelo ataque cuiabano. Atuando ao lado de Gabriel Ramos no meio-campo, fizeram boa apresentação nas saídas rápidas em contra-ataque.
                                                                  
Pereira novo camisa 10 do Cuiabá (Foto Divulgação: Pedro Lima/ CEC)
Outros jogadores merecem destaque, como o lateral esquerdo Rafael Estevam que assumiu a vaga nesta noite e foi muito bem no setor esquerdo, atuando ao lado do atacante Bruno Sávio, um belo ponta esquerda, e o centroavante Elias, que vem para ser o nosso camisa 9 que tanto precisamos.

Voltamos para o segundo tempo com mais vontade de vencer, e com muita luta conseguimos o empate em jogada do lateral Rafael Estevam que deu uma assistência para Elias que deu um tapa por cima do goleiro que nada pode fazer além de assistir aquela pintura assinada pelo nosso camisa 9.

Elias autor do gol cuiabano na partida (Foto Divulgação: Pedro Lima / CEC)
O Cuiabá seguiu mais organizado em campo, apesar do desespero do time remista, persistiu o empate até o fim graças ao goleiro Vinicius que fez defesas importantes ao time azulino e gols perdidos por parte do Cuiabá. Enfrentamos um adversário difícil de igual para igual e fora de casa, já diz aquele ditado "dos males o menor", um jogo de alerta e também para resgatar a confiança nessa caminhada.

Agora teremos um jogo diante do tradicional clube Maranhense, Sampaio Corrêa em seu belo estádio Castelão e vamos lutar para trazer um ótimo resultado para casa.

Escalação do Cuiabá: Henal, Douglas Mendes e Heverton; Bruno Moura e Rafael Estevam; Carlão e Leo Salino; Gabriel Ramos e Pereira; Sávio e Elias.

Por: Augusto Douglas
Twitter: @gutocec7 - @SiteLF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.