Header Ads

Ceará 0 x 0 Boa: Início indigesto

Ceará empatou com o Boa esporte em 0 a 0 e conseguiu seu primeiro ponto no Brasileiro Série b. Partida marcou a reabertura do Estádio Presidente Vargas, fechado desde 2016 para reformas.

Ceará não consegue sair do zero a zero com o Boa. FOTO: Reprodução/Sportv
O início do campeonato não está sendo dos melhores para o Ceará, em dois jogos apenas um ponto ganho e a torcida alvinegra mais uma vez saiu chateada por conta deficiência ofensiva que o time vem apresentando durante toda a temporada.

Um time bipolar, em primeiro tempo sem criação e de raras oportunidades de gol, já no segundo tempo as chances até apareceram, mas ninguém conseguiu aproveita-las. Na primeira etapa o Ceará assustou apenas uma vez, em cobrança de falta Wallace Pernambucano obrigou ao goleiro fazer uma boa defesa. O Boa que tinha começado a partida de forma mais agressiva também teve sua principal chance em um lance de bola parada com Felipe Mateus.

Logo no início do segundo tempo o Vovô desperdiçou a sua chance mais clara de gol, o volante Raul dominou no peito, deixou dois adversários para trás e chutou colocado, mas a bola acabou indo para fora. O alvinegro continuou pressionando e perdeu várias oportunidades com o atacante Roberto, em todas parando no goleiro Luan Polli. Com o Ceará todo ao ataque o time mineiro aproveitou os espaços que apareceram e quase marcou aos 24 minutos quando Everson defendeu dois chutes de Wesley. A última cartada do alvinegro foi aos 43’ em cobrança de falta do estreante Pio.

A falta de produção ofensiva do Ceará não é de hoje, esse problema se arrasta jogo a jogo e a solução é nítida, falta um meia, um camisa 10 que assuma a responsabilidade de fazer a criação das jogadas. Os jogadores dessa posição que temos hoje até agora não renderam o esperado, Felipe Tontini não entrou bem nessa partida, mas mesmo vindo de dois meses sem jogar poderia ter produzido muito mais. Por outro lado Ricardinho e Pedro Ken mal jogaram por problemas clínicos e Felipe Menezes tem desempenho pífio.

Nessa partida apenas dois jogadores tiveram uma boa atuação, o volante Raul (ia fazendo um golaço) e Roberto, que mais uma vez jogou bem e foi participativo no ataque. Já Magno Alves ficou bem aquém, em uma partida desastrosa o experiente atacante não conseguiu concluir jogadas e foi pouco produtivo.

Magno Alves pouco fez em campo. FOTO: JL Rosa/Diario do Nordeste
A deficiência está nítida, em dois jogos nenhum gol marcado, fato que nunca havia acontecido nos dois primeiros jogos da Série B de 2006 para cá. Givanildo precisa de reforços e os pediu junto à diretoria, três a quatro contrações são esperadas até sexta-feira, sendo uma o atacante Elton ex-Vasco e Corinthians que atualmente estava no Red Bull Brasil/SP.

Atacante Elton é o novo reforço para o criticado ataque. FOTO: RB Brasil/Media Manager
Próximo jogo

O Ceará agora terá 12 dias de folga, a próxima partida será conta o Náutico e está marcada para o dia 27/05 as 16h30min na Arena Pernambuco.

FICHA TÉCNICA - CEARÁ 0 X 0 BOA

CEA: Everson, Cametá, Rafael Pereira, Luis Otávio, Romário, Raul, Richardson (Pio), Wallace Pernambucano (Rafinha), Alex Amado (Felipe Tontini), Roberto e Magno Alves. T: Givanildo Oliveira

BOA: Luan Polli, Léo Baiano, Douglas Assis, Josué, Paulinho, Léo Bartholo (Radamés), Eduardinho (Oliveira), Alyson (Ruan), Felipe Mateus, Wesley e Rodolfo. T: Julinho Camargo

Cartões Amarelos: CEA: Wallace Pernambucano  / BOA: Léo Bartholo, Wesley.

Davi Maia | @davims

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.