Header Ads

O baile foi completo

Em Alagoas, uma das coisas mais naturais nestes últimos seis anos de campeonato estadual, é se ver o Clube de Regatas Brasil se sagrar campeão no final do torneio. Foram cinco conquistas e apenas um vice-campeonato diante do Coruripe. Ontem contra o CSA, o placar construído no primeiro tempo já dava o título para o Regatas, já que o adversário precisava vencer por dois gols de diferença.

Foto: TNH1
A campanha foi construída de forma não muito agradável, mas mesmo assim hegemônica. Com apenas uma derrota em dezenove jogos disputados, o Regatas se sagrou tricampeão alagoano. Após o apito final, a marca de quinze jogos sem qualquer derrota na competição, alegrava a todos os torcedores. O gol de Leandro Kível na vitória do ASA por 1 a 0 contra o CRB na primeira fase da competição, tirou um gosto doce da equipe regatiana de ter se sagrado campeã de forma invicta.

O jogo

O título foi construído rapidamente. O gol de Adalberto aos 10' da primeira etapa foi um enorme passo. O zagueiro que normalmente não é titular ganhou a vaga após suspensão do zagueiro Flávio Boaventura. No minuto 16', Celsinho conseguiu empatar para o CSA. Mas em menos de um minuto, "os negros maravilhosos" do Regatas conseguiram colocar a equipe com a vantagem novamente. Diego fez a jogada pelo lado esquerdo, Danilo Pires cruzou e, Maílson apareceu como um raio para ampliar o placar de cabeça.

Mas foi aos 32' que se cumpriu uma profecia. Após chute de Maílson, a bola foi quicando de forma lenta para os pés de Neto Baiano, que com o corpo tirou o marcador da jogada e de voleio marcou o gol do tricampeonato. Daniel Costa ainda chegou a marcar um gol de falta, mas não adiantou. CSA 2x3 CRB.

Números dos jogadores

Artilheiro: Maílson (O atacante marcou seis gols no campeonato. Sua principal vítima foi a equipe do Santa Rita, na qual marcou três gols).

Líder em Assistências: Edson Ratinho (Mesmo sendo reserva em maior parte do campeonato, o lateral direito de origem conseguiu servir os companheiros em quatro oportunidades. Uma a mais que Maílson e Jocinei).

Jogador que mais atuou: Juliano (Esteve presente em 17 partidas sofrendo apenas 10 gols na competição).

Números da equipe

19 partidas
12 vitórias
6 empates
1 derrota
32 gols marcados
13 gols sofridos
Saldo de 19 gols

O que muda?

Agora o CRB tem 30 títulos estaduais. É a equipe alagoana com maior número de conquistas no século XXI, são seis no total. Nas estatísticas, o Galo também ampliou o número de vitórias contra seu rival, segue a estatística:

513 jogos
195 vitórias do CRB
165 empates
153 vitórias do CSA

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.