Header Ads

O respeito voltou

Nem o mais otimista dos esmeraldinos apostava com algum amigo/familiar vilanovense que o Goiás aplicaria um vistoso 3x0 no jogo de ida da final do Goianão. Foi difícil de acreditar que ao apito final do juiz, o Goiás saía de campo com uma das mãos na taça do estadual. Ponto positivo pra equipe que ganhou moral com a torcida (e com este que aqui escreve) e que mesmo com alguns defeitos que precisam ser corrigidos pra Série B o time conseguiu fazer uma boa partida e bater novamente um rival em uma final que não acontecia há 12 anos. Finalmente o Goiás colocou ordem na casa e ganhou quatro dos seis clássicos disputados nesse ano e não perdeu pra nenhum de nossos rivais, ou seja, está invicto. O que é bom visto que ano passado a palavra clássico era sinônima de dor de cabeça.

Ontem o time conseguiu atuar bem no primeiro jogo da final. Foto: Goiás Esporte Clube
Tenho que dar meus parabéns ao Carlos Eduardo, foi o jogador da partida, e queimou a língua de muitos inclusive a minha (que critiquei fortemente em meu último texto). Espero fortemente que nosso atacante desencante de vez e jogue coma frieza que jogou no segundo tempo, basta isso pra que ele deslanche e faça as pazes com a torcida cravando sua vaga como titular. Porém peço a você torcedor que não se empolgue muito com ele assim como vários esmeraldinos que vi ontem após a partida, é um garoto que precisa de muito trabalho na parte de finalização e também psicológica, já que quando pressionado consegue piorar ainda mais seu desempenho nas partidas. Ontem ele fez a primeira boa partida (onde fez a diferença em campo e no placar final) dele em um ano e meio como titular e espero fortemente que mais atuações como essa venham a aparecer.

Carlos Eduardo foi o destaque da final com participação em dois gols e
marcando um tento contra o Vila Nova. Foto: Goiás Esporte Clube
Sobre o jogo, o Goiás entrou em campo com três atacantes na escalação inicial, mas o DNA ''retranqueiro" de Sílvio Criciúma falou mais forte. Durante 70% do primeiro tempo foi o Vila quem teve a bola no campo  adversário, mas de forma ineficaz pois com ela fazia só duas coisas:

- Alçava a bola na área, que de nada adiantava já que Everton Sena foi implacável;
- Tocava a bola no meio de campo de um lado para outro, o camisa 10 dos colorados pouco fazia e não conseguia criar boas jogadas, mesmo mostrando ter um pouco de qualidade.

Já dizia aquele velho ditado do futebol "quem não faz leva", e foi isso que ocorreu. O ditado veio à tona e com Carlos Eduardo, contamos com a sorte pra abrir o placar com uma engrossada absurda do zagueiro adversário. 1x0 no placar e fim de um primeiro tempo semiapático por parte do Goiás.

A torcida compareceu em peso para apoiar o time na final, e os jogadores
retribuíram tanto em campo, como agradecendo nas redes sociais após a partida. Foto: Goiás Esporte Clube
É um absurdo como nosso elenco é unido, ultimamente a torcida não vem abraçando o time e tudo ficou ainda mais complicado após a eliminação na Copa do Brasil. Mas a amizade e união de nossos jogadores é visível, seja pelo grupo de oração de Marcelo Rangel (que é divulgado semanalmente em seu instagram) ou pelos discursos motivadores de Léo Gamalho no vestiário, ou até mesmo nas resenhas e risadas de Léo Sena que trazem outro clima, o de união. Aposto muito nesse fator caso o acesso venha este ano, isso faz muito a diferença, pois elenco não é a única coisa que faz de um time campeão... E foi essa união ontem que motivou o Carlos Eduardo (fato contado pelos próprios jogadores e técnicos em entrevistas) a superar todos os obstáculos e chamar toda a responsabilidade pra si no segundo tempo. Isso é um sinal extremamente positivo.

Caso tenha curiosidade, veja todos os bastidores de vestiário na final do Goianão acessando o canal do Goiás no youtube, basta clicar aqui e assistir.

A união de nosso elenco já superou diversas crises : Walter, saída de Kleina, e
agora trouxe um bom resultado em uma final lotada de pressão. Foto: Goiás Esporte Clube
Tivemos um segundo tempo muito melhor pra quem queria emoção, pelos dois lados houveram várias chances, e novamente o Vila teve mais posse de bola, mas o ditado que falei ali em cima se fez presente (de novo). Nossos rivais pararam por inúmeras vezes em uma atuação nota 1000 de Marcelo Rangel, que após dois anos de insegurança no gol seja com o Renan em 2015 ou com o trio parada dura (de assistir) Márcio, Ivan e o próprio Renan em 2016. Fez com que Rangel, mesmo chegando desconhecido, mas fazendo boas atuações, trouxeram um status de goleiro titular pra ele com a torcida, e com o técnico. Finalmente podemos dizer que temos um goleiro bom guardando nossas redes.

22 minutos de chances desperdiçadas pelo Vila, e o Goiás precisou de uma roubada de bola, somada com a boa jogada de Carlos entregando a bola para Tiago Luís para o camisa 11 achar o caminho entre a zaga e fazer um golaço, chute indefensável para o goleiro e alegria nas arquibancadas. Dois minutos após o gol Moisés perdeu mais uma chance esbarrando em Rangel, e o Goiás esperava por um contra ataque para matar a partida.

Victor Bolt aos 46 minutos deu um chutão e foi aí que brilhou a estrela de Carlos: O garoto roubou a bola dos pés do goleiro, driblou de forma humilhante o lateral e só tocou a bola para o fundo do gol pra sair para o abraço com direito a dancinha, um golaço para desmoralizar o rival, e mandar a torcida adversária embora mais cedo fechando o placar por 3x0. Faço das palavras do narrador César Rezende as minhas:

Gol de Carlos Eduardo em uma jogada que ninguém acredita!!! Um gol pra dar moral pra esse garoto que estava marcado pela torcida".

Cesar de forma resumida disse minha opinião sobre a fase de Carlos, e deu a lógica em Goiânia. O Goiás soma mais uma vitória no "clássico" onde um time mais predomina sobre o rival no Brasil, no futebol às vezes não vence quem tenta mais, e sim quem espera e aproveita suas oportunidades. Resumindo, vence quem joga ''melhor".

Torcida e time em festa, 3x0  humilhante no rival e titulo praticamente garantido! Foto:Goiás Esporte Clube
Artur Pinheiro ll Facebook
Linha de Fundo ll @SiteLF 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.