Header Ads

Dever de casa

Depois de um bom resultado na estreia da Série C, o Botafogo conseguiu jogando dentro de casa pela primeira vez na competição, a sua primeira vitória no torneio nacional. O tricolor se mostrou superior durante a partida, e confirmou a superioridade que lhe era passada antes de a bola rolar. Com essa vitória, o time de Ribeirão soma agora quatro pontos, e alcança a segunda colocação no Grupo B.

Foto: (divulgação/ agência botafogo)

O JOGO

Quando a bola rolou, o que se viu no gramado do Santa Cruz em Ribeirão Preto, foi de um lado um time com muita desconfiança de seus torcedores, um elenco de jogadores muito jovens, e uma situação financeira e jurídica muito crítica, e o futuro cheio de incertezas. Do outro, o time da casa com seu elenco figurado de jogadores experientes, uma torcida acostumada a todo ano disputar acessos e títulos, vindo de uma campanha de respeito no campeonato estadual.

Porém quando o juiz apitou tudo isso ficou para trás. O Mogi Mirim foi quem impôs os primeiros sustos da partida. O goleiro Neneca da equipe tricolor teve que trabalhar por no mínimo duas oportunidades, para frear as fortes investidas que o time de vermelho dava. Em uma delas, em cobrança de escanteio para área, o goleiro botafoguense saiu mal do gol, e logo atrás Vitinho quase abriu o placar com a cabeça.

Passado o susto inicial, o Fogão teve que novamente se acentuar dentro da partida, acertar novamente a marcação, e sair jogando como seu torcedor esperava por atuar dentro de seus domínios. Morais outra vez muito bem no jogo, era o articulador das jogadas, e por onde as bolas de perigo sempre passavam antes de chegar na frente. Foi a deixa principal para o Botafogo partir em busca do primeiro gol, paralelo a diminuição do ritmo da equipe de Mogi.

Aos 32min, em bola levantada na área do Mogi Mirim depois de cobrança de escanteio, a zaga do time visitante afastou, mas no rebote Thiesen cabeceou para dentro da área novamente, e Edno, sem marcação, teve tempo de dominar e concluir para o gol. Era o primeiro gol do centroavante na competição pelo Fogão.

Foto: (divulgação/agência botafogo)


O placar com a contagem mínima permaneceu até o fim do primeiro tempo, mas o Botafogo dali em diante não levou mais perigos para o time visitante, mas também não sofreu riscos. O jogo se tornou mais pegado no meio campo, com o tricolor mostrando um verdadeiro espírito de Série C, e conseguindo neutralizar todas as jogadas que o limitado time do Mogi Mirim tentava.

Na volta dos times do intervalo, o Fogão impôs seu ritmo forte e ocupou durante boa parte da partida, o campo de ataque. O Mogi Mirim levou perigo somente aos 17min da etapa final, quando Ruster avançou pela lateral do campo, e testou firme para o gol de Neneca. O goleiro botafoguense fez boa defesa, e ainda contou com a colaboração de Thiesen que afastou a ameaça no rebote. Grande destaque na partida de estreia frente ao Bragantino, Gerley voltou a atuar bem, e deixou o torcedor tricolor presente no estádio empolgado. Sempre presente nas subidas pelas laterais, e também auxiliando como um verdadeiro ala, o jogador fez mais uma bela partida, e já é citado como um dos melhores laterais esquerdos da Série C até o presente momento.

Foto: (divulgação/agência botafogo)



O Botafogo viria a aumentar o placar algum tempo depois. Aos 30min do segundo tempo, depois de Francis ser derrubado na área, Edno, em cobrança de pênalti tranquila e eficiente, aumentou a vantagem do Fogão no placar, e deu números finais a partida no Santa Cruz. O segundo gol do centroavante na partida, e também o segundo do Botafogo, que fazia valer o maior investimento, o maior apelo, e o elenco de mais qualidade.

PRÓXIMA RODADA

O Mogi Mirim volta a campo às 15h30 do próximo sábado, quando enfrenta Tombense, no Antônio Guimarães de Almeida, em Tombos. Já o Fogão, volta a jogar somente na próxima segunda-feira, dia 27, quando vai até Volta Redonda, enfrentar o time da casa, no estádio Raulino de Oliveira.

CONFIRA OS GOLS: Botafogo 2x0 Mogi Mirim.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.