Header Ads

Um time sem identidade

Um elenco recheado, porém um time sem identidade. O técnico Deivid não consegue achar o time titular ideal de acordo com as limitações dele. Para ajudar a diretoria nem faz esforço pra fechar o elenco com dois jogadores experientes que a torcida quer. O ídolo e goleador Zé Carlos e o zagueiro Fábio Ferreira.

Deivid começou o seu trabalho bem, mudando todo o sistema de jogo com muitas trocas de passes desde a defesa até o ataque, no entanto isso afetou o desempenho do time atrás tendo uma defesa extremamente vazada, tomando muitos gols principalmente como erros de saídas de bola. A dupla da zaga titular não tem qualidade para efetuar esse futebol mais técnico.

Deivid e suas tentativas frustadas de escalar o time titular 
O final do Catarinense para o tigre foi estressante, muitos erros de arbitragem e resultados bobos perdidos dentro de casa tiraram o tricolor da final. A bola da vez seria a Série B, como tudo não é um mar de rosas, mais uma vez o elenco não correspondeu a seu potencial.

O plantel em si não é ruim ou limitado tecnicamente, é só mal montado. Não temos um centroavante decente, porém temos Alex Maranhão um meia com características de atacante com bom chute e drible, ele poderia muito bem desempenhar o trabalho de "Falso 9".

Esboço de escalação do Criciúma 
Os dois jogos que o Criciúma jogou até agora ainda não foram engolidos pela torcida. Na estreia e no dia do aniversário do clube, uma virada de 2x1 do Santa Cruz em cima do carvoeiro. O esquema com três volantes e três atacantes não foi mal, só precisou de do tal "matador" .

Fora de casa, diante do Oeste 1x0 para o clube paulista. Mudanças drásticas como os recém-chegados Zé Roberto (atacante) e Jocinei (volante) não surtiram o efeito esperado, o desentrosamento foi "gritante" e assim não teve a capacidade de criar muitas jogadas no jogo.

Repito, o elenco não é ruim, é apenas mal montado. Com muito trabalho e entrosamento pode deslanchar.

@Gabrielcec__

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.