Header Ads

Ypiranga estréia com empate em Erechim

Na tarde de domingo (14), o Ypiranga entrou em campo pela primeira rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. A estreia, em casa, diante do Joinvile, preocupava o torcedor, já que a campanha pífia durante o Campeonato Gaúcho estava ainda marcada no torcedor canarinho.

O jogo era cheio de caras novas, sem nenhum amistoso em Erechim na preparação para o campeonato, era a primeira oportunidade de o torcedor ver os estreantes no Colosso da Lagoa. O Ypiranga contava com seis novidades em seu time titular e eles fizeram a diferença: Safira marcou os dois gols do Ypiranga e mostrou que será a cabeça pensante da equipe; Tiago Pedra foi um gigante em campo fez até os fãs do Robson se esquecer dele; Kozlowski fez uma grande partida e ninguém sentiu saudade do Kaio WIlker; Guilherme Parede fez a torcida se sentir aliviada quando viu que o 9 não era o Michel; Heracles mesmo com o gol inacreditavelmente perdido mostrou-se melhor do que Vinícius, e Pedro Ivo foi o único dos estreantes que não mostrou muito, parecia estar meio perdido e foi substituído no intervalo de jogo por outro estreante; Juninho, que mostrou velocidade, poderá ser uma boa opção durante o campeonato.
 
O jogo

Jogando fora de casa, o Joinvile veio para Erechim como o grande favorito ao acesso, disparadamente a maior folha salarial do grupo, com jogadores bastante conhecidos. Destaque para o camisa 10, Lúcio Flávio, mostrou que era uma equipe organizada e com uma boa saída de bola. E foi o Joinvile que saiu na frente, após uma bela jogada da equipe catarinense Lúcio Flávio se antecipou a zaga e abriu o marcador.

O Ypiranga não se abateu, 5 minutos depois Safira fez uma bela jogada individual e contando com uma ajuda do goleiro Matheus empatou o jogo. Porém 3 minutos após o empate foi a vez de o Joinvile mostrar que também não sentiu o gol adversário, no cruzamento da direita Eliomar cabeceou para o meio da pequena área e Buiú apareceu sozinho para por o Joinvile de novo na frente, em 9 minutos, três gols marcados.


Safira empata para o Ypiranga, o camisa 10 foi o destaque do jogo (Foto: Giulliano Olivar - Jornal Bom Dia)

Antes de vir o segundo tempo, uma bela jogada do Ypiranga deixou o lateral Heracles sozinho para empatar, Heracles ''tremeu'' na frente do jovem Matheus se atrapalhou todo e perdeu uma grande chance de gol.

O segundo tempo voltou com o Ypiranga mais ofensivo, a entrada de Juninho fez o canarinho ter mais poder de ataque. Logo no início da etapa complementar, após chute forte da entrada da área de Safira, a bola bateu no jogador do Joinvile, os jogadores do Ypiranga cercaram o arbitro pedindo pênalti, o juiz deu apenas escanteio, porém o lance mostrou a indignação dos atletas do Ypiranga, mostrando um time com outro espírito dentro de campo, totalmente diferente da equipe do Gauchão.

Pouco depois, aos 17 minutos, Parede ao tentar driblar o goleiro Matheus, foi derrubado na área. Pênalti que Safira converteu e empatou o jogo. O Ypiranga seguiu melhor na partida, o Joinvile pouco produziu, após os 30 minutos ficou claro o cansaço das duas equipes, Wagner saiu lesionado e preocupa para a próxima rodada.

Por fim o torcedor no fim do jogo aplaudiu a equipe, muitos não acreditavam no Ypiranga, ainda abalados com a queda para a terrível segunda divisão do Campeonato Gaúcho (sim, segunda divisão, esse negócio de A1, A2... É coisa de paulista) muitos saíram acreditando na equipe, a impressão que fica é que o Ypiranga brigará para ficar entre os quatro primeiros, está claro que Mogi Mirim e Macaé não estão em suas melhores fases, o campeonato promete fortes emoções e eu não seria nenhum "louco" em não acreditar que possamos subir para a Série B, afinal estamos falando de futebol.

O Ypiranga volta a campo sábado dia 20 de maio, contra o Tupi, lá em Minas Gerais, ambas as equipes empataram na estreia e buscam a primeira vitória no campeonato. No mais o problema de público persiste, pouco mais de 1000 pessoas compareceram ao Colosso da Lagoa, o programa sócio torcedor está indo muito bem, porém o público em geral persiste em não vir, o problema era o marketing, o clube investiu nessa área e está muito bem, depois era o preço dos ingressos, mulheres de verde e amarelo não pagam, qual é a desculpa agora? Infelizmente nossa cidade prefere uma TV e um sofá ao estádio, infelizmente essa cultura afeta todo o país, e não é exclusividade nossa.

Kombi Canarinho

O Ypiranga ainda apresentou outra novidade: A Kombi do Ypiranga já é um sucesso na cidade, muito bem elaborada pelo departamento de marketing, tomara que ajude a atrair mais público, o Ypiranga precisa.


Unidade Móvel (Fonte: Ypiranga Futebol Clube)

Erva Mate

O Ypiranga lançou mais uma linha com a marca do clube, durante um ano a linha de Erva Mate Tradicional Cristalina, com a marca Ypiranga F.C foi um sucesso, diante disso foi lançada a Erva Mate Suave Cristalina. Para os fãs de um chimarrão com açúcar.



Erva Mate Suave Canarinho (Foto: Ervateira Cristalina)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.