Header Ads

Confusão em 3D - Chile arranca com vitória em um jogo maluco


Vidal abriu o placar para o Chile na estreia da Copa das Confederações

Foto: Getty Images

Na partida de estreia entre os "Leões Indomáveis" e "La Roja" pela Copa das Confederações o que se viu foi um festival de confusão proporcionado pelos árbitros de vídeo. Tudo bem que todos os lances mais confusos foram provocados por centímetros e milímetros de posicionamento nas jogadas de impedimento, mas o tempo de decisão e a clarevidência dos fatos deixou as marcações muito imprecisas.

Sobre a partida, o que se viu foi a seleção chilena se impondo no inicio de jogo. A começar pela bela trama de Vargas e Aranguiz que culminou com a bola na trave do atacante do Tigres (MEX) e que ricocheteou no calcanhar direito do goleiro Ondoa e saiu por cima do gol. No lance seguinte, foi a vez de Fuenzalida aplicar um lençol maravilhoso em cima do lateral Fai e finalizou rasteiro, forte e de primeira para a defesaça do Ondoa. 

A partir daí, o que se viu foi uma supremacia chilena nos primeiros minutos e a seleção camaronesa só aproveitandoos contragolpes. Dois destes lances foram terminados por Aboubakar e Moukandjo. O primeiro, aproveitou-se da roubada de em cima de Moukandjo em cima de Fuenzalida, que resultou num contragolpe camaronês, mas num desperdício de Aboubakar que, se olhar para os companheiros acabou cortando para a dirieta e finalizando pela linha de fundo. Depois foi a vez de Moukandjo chegar e assustar com perigo, quando pegou a bola pela esquerda, cortou o lateral Isla e obrigou ao goleiro Herrera defender com o pé, e a bola ainda rebateu (no susto) em Jara e saiu. 

O jogo foi ganhando contornos mais táticos, de marcação e com poucas chances sendo criadas para ambos os lados, mas com um predomínio de posse de bola e ações ofensivas da equipe chilena, que ficava com a bola durante mais de 65% do tempo de bola rolando. Mas ainda sim, o primeiro gol anulado foi da equipe de Camarões, após uma batida de falta de Moukandjo para área e uma cabeçada de Ngadeu após péssima saída de Herrera, mas o juiz viu falta de Aboubakar no Vidal na origem da jogada.

No final da primeira etapa, a primeira polêmica da partida surgiu e dividiu até a opinião dos comentaristas. Isla dá um passe espetacular para Vargas que sai na cara de Ondoa e toca por cima abrindo o placar. Mas após a conferência do árbitro com os juízes de vídeo, chegaram a conclusão de o chileno estava com o tronco projetado a frente da marcação, o que ocasionou revolta por parte dos chilenos, principalmente de Vidal.

Chilenos comemoram o gol de Vargas


Foto: Yuri Kochetkov/ EFE

O segundo tempo começou com o time camaronês voltando mais ofensivo e tentando propor mais o jogo, dificultando ainda mais as ações chilenas, ainda mais por conta de "La Roja" não contar com um camisa 10 mais cerebral para furar o bloqueio ofensivo. Moukandjo continuou sendo o destaque ofensivo da equipe por conta das jogadas que tramava e dos arremates a gol. Uma delas, foi numa falta perigosa da entrada da área, pela esquerda, em que o mesmo bateu com enorme veneno por cima do gol de Herrera. Alguns minutos depois foi a vez de Anguissa cruzar fechado na área e o goleiro chileno, bem vacilante na jogada, jogar para escanteio.

O técnico Juan Pizzi resolveu colocar o ídolo Alexis Sanchez para quebrar a forte marcação camaronesa e resolver a partida aos 12 do 1º tempo no lugar do pouco produtivo Edson Puch. A substituição surtiu efeito e o craque chileno se tornou o grande nome da partida. A começar pela jogada do primeiro gol, em que na base da insistência e do talento, o atacante achou o outro astro da equipe, Arturo Vidal, que conseguiu subir entre os zagueiros caramoneses e vencer o goleiro Ondoa, aos 35 minutos da 2ª etapa.

Após o gol, o Chile cresceu no jogo e Pizzi foi realizando as substituições para explorar ainda mais o poderio ofensivo da equipe e Camarões pouco chegava já por conta da questão física. 10 minutos depois, aos 45 do segundo tempo, foi a vez de Valência achar Sanchez em posição legal e o atacante fazer o carnaval para cima da defesa camaronesa. O atacante cortou Ondoa, chutou, a bola foi salva por Mandjeck mas Vargas completou para as redes. Novamente a tecnologia entrou em pauta para apontar o impedimento de Sanchez no inicio da jogada. Desta vez não houve e o gol de Vargas foi anotado corretamente.

Com o resultado, os chilenos saem na frente do Grupo B, e vão jogar a próxima rodada contra a Alemanha, no dia 21/06 as 15 horas (horario de Brasilia), em Kazan, já Camarões terá de reverter sua situação contra a Austrália em San Petesburgo no mesmo dia, só que as 12 horas (horário de Brasilia.



Melhores Momentos - Camarões 0X2 Chile

Marcos Paulo || @makavista 

COPA DAS CONFEDERAÇÕES 2017 - 1º FASE - 1ª RODADA - GRUPO B
CAMEROON
CHILE
#N
#P
PLAYER
PTS
G
A
C
S
#N
#P
PLAYER
PTS
G
A
C
S
1
GK
Fabrice Ondoa
7,0




23
GK
Jhonny Herrera
4,5




2
SB
Ernest Mabouka
5,5




4
SB
Mauricio Isla
5,5




5
CB
Michel Ngadeu
6,0




18
CB
Gonzalo Jara
5,5




4
CB
Adolphe Teikeu
6,0




17
CB
Gary Medel ©
6,0




19
LB
Collins Fai
4,0




6
LB
José Fuenzalida
6,0



64'
3
DH
André Anguissa
6,0



89'
21
DH
Marcelo Diaz
5,5




15
RW
Sebastien Siani
5,0



86'
20
RW
Charles Aranguiz
4,5



71'
17
LW
Arnaud Djoum
5,0




15
LW
Jean Beausejour
4,5




13
WG
Christian Bassogog
4,5




8
OH
Arturo Vidal
6,5
1



8
WG
Benjamin Moukandjo
6,5




22
FW
Edson Puch
4,5



57'
10
CF
Vincent Aboubakar
6,0




11
FW
Eduardo Vargas
7,0
1



-
CO.
Hugo Broos
4,0




-
CO.
Antonio Pizzi
7,5




6
DF
Ambrose Oyongo





1
GK
Claudio Bravo





7
FW
Nicolas Ngamaleu
-



86'
2
DF
Eugenio Mena





9
FW
Jacques Zoua





3
DF
Enzo Roco





11
FW
Olivier Boumal





5
MF
Francisco Silva
5,5



71'
12
DF
Jerome Quihoata





7
FW
Alexis Sanchez
8,0

1

57'
14
MF
Georges Mandjeck
-



89'
9
FW
Angelo Sagal





16
GK
Andre Onana





10
MF
Pablo Hernandez





18
FW
Rober Nidp Tame





12
GK
Christopher Toselli





20
CF
Karl Toko Ekambi





13
DF
Paulo Diaz





21
DF
Lucien Owona





14
MH
Felipe Gutierrez





22
DF
Jonathan Ngwem





16
CF
Martin Rodriguez





23
GK
Georges Bokwe





19
CF
Leonardo Valencia
5,0



64'

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.