Header Ads

Fora de casa, a mesma postura de sempre

Caros tricolores o leão voltou à campo nessa segunda feira (26) para enfrentar o Csa pela 7° rodada, em Maceió e saiu de campo derrotado por 1 a 0 terminando a rodada na terceira colocação do grupo A da competição nacional, conhecendo a segunda derrota no certame. O próximo jogo do tricolor é no domingo (2/7) diante do Confiança, dentro de casa, no estádio Presidente Vargas, às 18hs. 

A escalação do time foi um pouco modificada, a entrada de Carmona, Adalberto e o retorno do Rodrigo Mancha na zaga nos lugares de Éverton, Bruno e Edimar respectivamente.
O inicio do jogo foi truncado, com o time da casa empurrado pela torcida e partindo para cima,  tomando a iniciativa do jogo e marcando a saída de bola do Fortaleza. Aos 32 minutos após uma cobrança de falta a bola sobrou livre para o Gustavo pegar de primeira e ainda contar com o desvio do zagueiro e a bola ir para o fundo do gol. Depois disso, tentamos criar oportunidades, um chute perigoso do Felipe e algumas tentativas frustradas e o final do primeiro tempo. 

No segundo tempo, o time já veio com uma alteração, Jô no lugar do Adenilson que entrou para dar mais mobilidade no ataque e buscar mais chances de gol. Tivemos a posse de bola no segundo tempo todo, não sofremos sustos pelos contra-ataques do adversário, mas não tivemos criatividade, nem contundência e muito menos inspiração para buscar um resultado melhor nessa partida. A falta de vontade nas divididas e os erros sucessivos e impressionantes de passes foram a tônica do jogo desde o seu inicio. Tivemos duas chances de gol no segundo tempo, num chute no travessão de Leandro Lima e numa cabeçada de Leandro Cearense. O meio-campo não funcionou de forma eficiente, Pablo muito apagado, Carmona sem ritmo de jogo ainda e Adenilson que vem caindo de produção nos últimos jogos. 


Não vejo motivos para desespero por essa derrota e nem para desmerecer o trabalho que vem sendo realizado, o time não jogou nada na partida de hoje, não fez por merecer o empate e quiça o triunfo, foi lento, pragmático e demonstrou não ter alternativas para vencer um time bem postado na defesa, como foi o Csa no segundo tempo. Continuar trabalhando firme e corrigir os erros para as próximas batalhas na competição. 


 OPINIÃO DO COLUNISTA 
 Perder fora de casa para o time arrumado do Csa eu até entendo e se fosse um empate seria 1 ponto comemorado, mas perder do jeito que perdeu, sem conseguir dominar uma bola, errando passes de 2 metros, chegando com o pé mole em divididas, sem uma jogada de articulação no meio, chega a ser preocupante(mas ainda não muito desesperador). 
Outra coisa que me incomoda muito, jogando fora de casa aceitamos a pressão inicial dos rivais, tomamos sufoco, levamos o gol e a partir daí queremos buscar algo na partida, principalmente na base do abafa e lançando bolas na área buscando um milagre, temos que parar com isso, é uma sina que nos persegue há muito tempo e já é algo muito bem definido e certo nos jogos fora da capital cearense. 
Ainda faltam peças de nesse elenco, opções mais interessantes no banco de reservas e achar um padrão de jogo principalmente em jogos fora de casa. 
Seguimos acreditando nesse time e sobretudo nessa diretoria e que o final seja feliz nessa temporada.

Por : Gabriel Viana 

#BORALEAO 
#JUNTOS LUTAREMOS PELO ACESSO 

Twitter: @GabrielVianaSo3 / @SITELF 


A torcida de braços cruzados resume o que foi o jogo.( Gazeta de alagoas/divulgação) 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.