Header Ads

No São João Colorado, Alan Mineiro chamou o rival para dançar

Após a final do Goianão, Vila Nova e Goiás voltaram a se enfrentar na tarde do último sábado (24), dessa vez pelo Brasileirão da Série B. Uma vitória colocaria um deles em situação bem tranquila na tabela. Com o Vila no G-4 e o Goiás bem próximo o jogo tinha tudo para ser um clássico bem disputado, mas apenas um time entrou em campo.

Alan Mineiro aproveitou o dia de festividades de São João e comandou a festa no Serra Dourada, com direito a gol relâmpago aos 50 segundos de partida o Tigrão venceu o rival por 2x0. Placar modesto que ficou barato. Com a vitória o Tigre ficou em uma situação bem tranquila na tabela é no campeonato.

O Vila Nova mal esperou o rival respirar com o apito inicial, aos 50 segundos de partida Alan Mineiro aproveitou a falha grotesca de Victor Bolt que errou ao tocar para Léo Sena, o meia roubou a bola cortou e bateu colocado no canto direito do goleiro Marcelo Rangel, 1x0 Vila.

Totalmente diferente do último clássico, o Vila Nova entrou sem medo do rival foi para cima, na empolgação a equipe colorado seguia em cima do adversário em busca do segundo gol. O Goiás estava perdido na partida, Victor Bolt todo desconsertado em campo e sem rumo perdeu a cabeça ao sair dando cotovelada para todos os lados. 

Do lado do Tigrão, Hemerson Maria parecia ter estudado bastante a equipe do Goiás. Vila marcava em cima a saída de bola criando grandes chances de gol, com Geovane o Tigrão teve uma boa oportunidade que de primeira chutou a bola explodiu na trave. O dia era mesmo do Alan Mineiro, junto com PH e Geovane dominaram o meio de campo colorado, uma triangulação perfeita que rendeu.

Novamente no erro do adversário. Aos 38', Vila armou um contra-ataque que desconsertou de vez o Goiás. Victor Bolt errou novamente no meio, Moisés desceu tirou do marcador e também do goleiro Marcelo Rangel e tocou para o Alan Mineiro, que novamente não desperdiçou: 2x0 Vila.

Goiás 0x2 Vila Nova. (Foto: Reprodução / Vila Nova Futebol Clube).
De volta para o segundo tempo o Goiás já voltou sem Bolt, tentou colocar pressão no rival. Vila deixou o rival brincar um pouco, mas logo cortou o barato. Michael que entrou no intervalo melhorou a partida para o Goiás, até os 20 minutos da segunda etapa o esmeraldino tentou quebrar a defesa colorada. O Vila marcava de perto o adversário sem dar boas chances a eles. O goleiro Wendell não teve trabalho nenhum na partida.

Mesmo no melhor momento do Goiás na partida, foi o Tigrão que levou perigo pelo menos umas quatros oportunidades reais de gols que pararam todas no goleiro Marcelo Rangel, melhor jogador do Goiás na partida.

Vila soube aproveitar sua vantagem dai em diante, Vila que não deixou se entregar pelo placar favorável e levou bastante perigo ao gol do rival. A partida foi dominada pelo colorado, mas por fim ficou barato os 2x0.

O Tigre agora que receberá a equipe do Criciúma na próxima sexta-feira (30), ás 20h30 no Estádio Olímpico, em Goiânia. O Vila Nova que permaneceu no G-4 com 18 pontos a um ponto de Guarani e Juventude que lideram a Série B ambos com 19 pontos. Na sequência o Tigrão pegará o Criciúma em casa, Oeste fora, Paraná e Paysandu em casa.

Opinião

O Vila fez seu melhor jogo do ano justamente diante do maior rival, logo após aquela final horrorosa onde perdemos de forma humilhante ninguém dava o Vila como favorito ao jogo mesmo apesar do momento. Certo.

O Tigrão aproveitou o novo momento é a boa fase para parar a sequencia de vitórias do Goiás, pena que o clássico só foi disputado por apenas uma equipe. Em jogos anteriores realizados pelas equipes o Vila ficava com os melhores momentos e eles com a vitória, dessa vez foi diferente. Vila engoliu o rival em todos os aspectos.

Hemerson Maria deve ter estudado bastante o esquema de jogo do Criciúma, no qual seu maior erro foi não ter mudado seu manjado esquema. Um Vila diferente em clássico, onde pela primeira vez entraram em campo sem medo do rival. Anteriormente bastasse ver uma camisa verde que pronto, era derrota na certa.

Um destaque a mais para o Alan Mineiro, além dos gols organizou o meio de campo do Tigrão. Fez uma partida impecável não só dele, mas de toda a equipe.

Um belo clássico em campo, fora dele após o apito final cenas lamentáveis ofuscou a vitória do Tigrão. Ao descerem para a geral para comemorar com os jogadores, um grupo de torcedores do Goiás aproveitou e foi em direção das cabines de rádios onde se encontrava famílias de ambas torcidas onde arremessaram objetos. Não aceitando isso a torcida do Vila foi em direção a eles começando uma briga generalizada.

Após anos sem cenas como esta, nosso clássico volta a ser destaque por cenas triste no futebol.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.