Header Ads

Sem Cristian, com vontade

Parece que a implicância com Cristian de Souza não era somente ‘coisa do torcedor’, era a solução dos problemas do Paraná Clube, por que não? No primeiro jogo sem o ex-comandante, o Tricolor aplicou sonoros 4 x 1 no Brasil-RS e voltou a sonhar com seu lugar ao Sol, ou melhor, no G4. Quatro pontos separam a equipe do CRB, 4º colocado.

(Foto: Giuliano Gomes/Gazeta do Povo)
O interino Matheus Costa mexeu bastante nos 11 iniciais: Maidana, Minho, Vilela, Alemão e Jhony iniciaram a partida. Logo no começo, um susto: Maidana afastou mal e a bola sobrou para Itaqui abrir o placar, contando com a ‘lei do ex’. O Tricolor não demorou em responder e Robson, recebendo passe de João Pedro, tocou no contrapé de Pitol e empatou a partida. Quem se destacou no restante da 1ª etapa foram os goleiros: Pitol e Richard garantiram o empate.

No segundo tempo a equipe Paranista voltou com ainda mais sede de vitória. E se tem lei do ex de um lado, tem de outro. Eduardo Brock aproveitou o bate rebate na área e mandou para o gol, se redimindo das falhas recentes. Só dava Tricolor no jogo e aos 30’, após boa jogada de Cristovam, Evaldo tocou com a mão na bola na área, recebeu o 2º amarelo e foi expulso. Na cobrança da penalidade, Robson só deslocou Pitol para ampliar. Na saída de bola mais um gol: Agora de Renatinho, que recebeu bom passe dentro da área e só colocou para dentro.

Com o resultado garantido, coube ao Tricolor administrar a vantagem de 4 x 1 e aguardar o apito final. Com a vitória o Paraná chegou aos 20 pontos conquistados, quatro atrás do 4º colocado CRB e quatro na frente do Figueirense, que abre a ZR. Uma vitória diante do Luverdense pode significar uma 6ª colocação no campeonato.

Lisca já posa com as cores Paranistas (Foto: Paraná Clube)
SEMANA TURBULENTA

Além da vitória diante do Brasil-RS, o Paraná ainda garantiu a permanência de Gabriel Dias até o final do ano, ele tinha proposta de Portugal. Por outro lado, uma saída inesperada, que pegou até a diretoria de surpresa: O goleiro Léo, que pertencia ao São Paulo, teve seu retorno requisitado, pois havia acertado sua transferência para o time do fim da rua. O jogador foi reserva no São Paulo por seis anos e depois de ganhar sua primeira chance de mostrar trabalho, apunhalou o clube pelas costas, vai pela sombra, Léo!

Já na comissão técnica, a diretoria também anunciou o substituto de Cristian: Trata-se de Luiz Carlos de Lorenzi ou ‘Lisca Doido’, que estava sem clube após sua passagem pelo Internacional no fim do ano passado. Lisca já saiu no BID e estará no banco de reservas na partida diante do Luverdense em Lucas do Rio Verde-MT, na próxima sexta-feira (21/07). O time titular não deve sofrer grandes alterações, a não ser a volta de Gabriel Dias, que cumpriu suspensão e volta a estar à disposição.

Fellipe Vicentini | @_FellipeS
#PRaCima

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.