Header Ads

No fim, deu ruim: Galo só empata e fica em 5º

Juntos novamente após cinco anos sem se enfrentar por qualquer competição. CRB, mandante da partida esperava ansioso um dos líderes da competição para quem sabe vencê-lo e voltar ao G4. Já o visitante, Guarani, foi para a partida com um time interessante, não muito caro. A torcida regatiana iria ver novamente o zagueiro Jussani, que passou defendeu o clube nas duas últimas temporadas.

(Pei Fon / Portal TNH1)
Foto: TNH1
O jogo

Dificilmente houve uma equipe que mandou no jogo. Ambas as equipes tiveram seus momentos de domínio, mas nenhuma controlou totalmente.

As defesas pareciam estar sólidas, evitando qualquer perigo. E os goleiros bastante seguros. Jussani, que nos dois últimos anos defendeu a equipe Alagoana mostrava em campo uma vontade especial, uma motivação que ele não conseguia esconder. Em primeiro momento em um fortíssimo chute de fora da área quase marcou um golaço, porém Edson Kölln fez belíssima defesa para evitar o gol.

As alterações no Galo não tiveram muito brilho na partida. Neto Baiano que entrou no intervalo no lugar de Erick Salles, este machucado, teve suas chances e não conseguiu marcar. Élvis em alguns momentos manteve a bola no pé, fez jogadas mais perigosas e quase conseguiu ajudar no ataque com passes para finalização. E por último, Ytalo, que entrou no lugar do meia Chico não teve muito trabalho a fazer e passou despercebido.

(Pei Fon / Portal TNH1)
Foto: TNH1
As chances de gol começaram a aparecer nos minutos finais. E foi aos 46' do segundo tempo, igual 2012, que o Galo chegou ao "gol da vitória". Cruzamento na área, e Aldaberto subiu mais do que qualquer outro jogador que disputou a bola para finalizar de cabeça e marcar o gol que abria o placar. CRB 1 a 0 Guarani.

A torcida comemorava, a euforia tomava conta e o resultado já parecia garantido com a equipe se consolidando no G4 na terceira posição.

Mas em uma falha boba da zaga, falta cometida aos 48'. Todo mundo para a área, chance de ouro para o Guarani. E então, bola levantada, a zaga cortou errado e Jussani, sozinho, livre na entrada da área acerta uma bomba no canto esquerdo de Edson Kölln para empatar a partida nos minutos finais. A famosa lei do ex atacou e foi voraz. CRB 1 a 1 Guarani.

Próximo jogo

Após o vacilo em casa, o Galo agora volta a campo somente no próximo sábado contra o Goiás no Serra Dourada. Portões fechados e expectativa de jogo neutro, já que a presença da torcida no estádio não será possível. A partida terá seu início às 16h30 em Goiânia. Desfalque do Galo será Adalberto por conta de terceiro cartão amarelo. A expectativa é que o meia Danilo Pires volte à equipe.

Boletim financeiro

Público total: 9.043
Renda: R$ 147.742,00

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.