Header Ads

De bem com a boa fase: Tabus quebrados e G4

Uma semana bastante festejada em Maceió. O Galo conseguiu quebrar três tabus em uma única semana. Contra o Figueirense, na terça-feira, venceu a equipe catarinense pela primeira vez. E neste sábado (15) no Rei Pelé, uma vitória que não só deu mais três pontos na tabela para o Galo. Mas sim dois tabus quebrados de uma vez só. Nunca na história da Série B a equipe alagoana havia vencido dois jogos seguidos como mandante na Série B. Ou seja, o Galo nunca havia ganhado em duas rodadas seguidas como mandante. E para melhorar os números, nunca o Galo havia ganhado do Internacional. Tabus quebrados e sorriso no rosto na cara do torcedor.

Foto: TNH1
O jogo

Maravilhado com o adversário? Que nada! O Galo tomou conta das estatísticas de finalização na partida. A equipe Gaúcha trabalhava a bola, gastava seus passes na linha de defesa e em vacilos perdia a posse ao tentar passes mais longos.

Já o Galo, empurrado pela sua torcida que compareceu em um número excelente, teve boas jogadas construídas pelos jogadores de lado. Edson Ratinho e Diego apoiaram bastante no ataque e foram os principais jogadores na hora de armar jogadas. O lateral esquerdo foi o que mais levou perigo para o adversário. Em sua primeira oportunidade, cruzamento perfeito para Danilo Pires que perdeu uma chance de ouro. Mas já na segunda oportunidade, em uma linda troca de passes com Zé Carlos aos 44', o lateral recebeu a bola já dentro da área e de primeira deu um belo chute de esquerda rasteiro para abrir o placar para o Galo. CRB 1 a 0 Internacional.

No segundo tempo, a primeira alteração já foi utilizada no intervalo. Tony entrou no lugar do volante Danilo Pires.

(Pei Fon / Portal TNH1)
Foto: TNH1
A torcida compareceu em um número excelente e foi o 12º jogador do Galo na partida. Com cara nova no meio de campo, o Galo podia ter nova atitude. A equipe Gaúcha pretendia vencer a partida e cedia espaços para o CRB. Quando chegava, era em uma bela troca de passes com seus jogadores de meio-campo e lateral.

E em uma dessas oportunidades surgia Diego, que aproveitava as brechas oferecidas pela equipe adversária e dava espaço para criação de jogadas. Em uma delas, o lateral fez passe cirúrgico para Edson Ratinho, mas o lateral que está improvisado no meio-campo dominou de forma precipitada e acabou perdendo ângulo após tentar avançar. Mesmo assim finalizou, mas a bola acabou batendo na trave e saindo de campo.

E Ratinho era bastante exigido. Em outra oportunidade o meia recebeu, levou a bola em alta velocidade, fez o drible no defensor e acabou finalizando para fora, perdendo mais uma chance.

Neto Baiano e Rodrigo Souza também foram novidades no segundo tempo, os jogadores entraram no lugar de Zé Carlos e Erick Salles, respectivamente.

E foi dele, de Edson Ratinho o passe para o segundo gol. Já aos 44' do segundo tempo, o meia cobrou escanteio e Neto Baiano subiu junto de Boaventura, mas foi o atacante que de cabeça ampliou o placar. A bola foi beijar o fundo das redes. CRB 2 a 0 Internacional.

Próximo jogo

O Galo vai enfrentar agora outra equipe Gaúcha. Desta vez, indo viajar para o extremo sul do país, pousando em Caxias do Sul onde enfrenta o Juventude, vice-líder da competição. A partida será realizada às 19h no Estádio Alfredo Jaconi. Zé Carlos é o desfalque da equipe nesta partida. O Galo agora é o 4º colocado com 23 pontos, caso vença o Juventude, o Galo já ultrapassa seu adversário na tabela.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.