Header Ads

Juve faz gol contra e Bernardeschi não será o número 10

Bernardeschi foi apresentado oficialmente hoje em Boston (foto: Tuttosport.com)
Para os bianconeri os recentes dias não eram de aguardar quem mais chegaria, nem tanto pelo amistoso contra o PSG na noite de quarta (porque era madrugada para os italianos), mas sim para saber: Afinal, Bernardeschi será o camisa 10 da Velha Senhora? A expectativa enorme acabou em surpresa nesta tarde e o 33 foi logo exibido após sentar-se na bancada da entrevista coletiva de apresentação do jogador. Depois das recentes novidades, a Juventus acertou em impedir o uso da dez ou errou em permiti-lo ao recém-chegado?

A questão é muito polêmica, a camisa 10 da Juventus é vista como uma questão mais do que meramente "uma camisa" e as lendas como Sivori, Platini, Baggio e Del Piero a tornaram partes de sua pele na capital do Piemonte. Recentemente Tévez e Pogba usaram e a mesma ficou vaga desde a saída do francês. Sendo franco e direto, este que vos escreve não gostou, digo mais, odiou a escolha do clube, do seu clube. Bernardeschi é uma das contratações mais caras do clube, assumiu a 10 de Antognoni e do mesmo Baggio em Florença e fez bem o seu papel, tem muita personalidade e cabeça no lugar e a decisão. A Juve mudou seu escudo para inovar, ser vanguardista, colocou pela primeira vez patrocínio nas costas da camisa para esta temporada e quando Pogba a endossou, ela foi a 7ª mais vendida do mundo, apenas pela mudança da 6 para a 10. Agora, a Adidas não faturará com a 10, nem a Juventus para "evitar a pressão". A pressão existirá sempre, é a camisa da Velha Senhora, maior campeã do país.

Ele queria, a torcida em grande maioria queria, todos esperavam, pessoas para comprá-la e não aconteceu. Caberá ao Federico Bernardeschi o número 33 de Jesus Cristo (a explicação da escolha pelo católico jogador) e assim será pelo menos até "merecer a 10", como foi ressaltado na entrevista. Escolha feita e acatada, agora, o campo dará o seu julgamento final, mas a 10 segue ali, intocável... Até quando?

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.