Header Ads

Liverpool bate Crystal Palace e enfrenta o Leicester na final da Premier League Asia Trophy

Nessa manhã de quarta-feira, o Liverpool fez o terceiro jogo de sua pré-temporada e enfrentou o Crystal Palace, algoz nas últimas temporadas, pela Premier League Asia Trophy. Após vencer o Tranmere Rovers e empatar com o Wigan Athletic durante a tour pelo Reino Unido, os comandados de Jürgen Klopp despacharam os Eagles para cravar seu lugar na final do torneio organizado pela Premier League, onde enfrentará o Leicester, que despachou o West Bromwich Albion nos pênaltis.

Em seu primeiro desafio contra um time de Premier League desde Maio, o Liverpool não teve dificuldades para vencer o time de Frank De Boer, que fazia seu primeiro jogo preparativo para a campanha que começa em Agosto. Como esperado, os Reds começaram o jogo ditando as ações, enquanto a equipe do Palace jogava de forma reativa. Daniel Sturridge teve a primeira chance, após ótima jogada de Woodburn e Alexander-Arnold pela ponta direita, com o camisa 66 encontrando Sturridge na área com um belo cruzamento, mas a finalização do atacante inglês foi travada por Scott Dann.

Trent Alexander-Arnold em ação contra o Crystal Palace. Foto: Divulgação / LFC Snapped
A equipe do Palace ameaçava nos contra-ataques, principalmente pelas pontas, com Wilfried Zaha e Andros Townsend dando trabalho para ambos os laterais. Zaha, em especial, apresentou um desafio muito interessante para Trent Alexander-Arnold, mas o garoto lidou relativamente bem com um adversário tão perigoso, impedindo que o camisa 11 do Palace criasse chances reais de perigo para o gol de Simon Mignolet. Do outro lado, Alberto Moreno teve mais dificuldades para lidar com Townsend, mas Roberto Firmino provou-se de grande ajuda para o espanhol, estabilizando as ações do número 10.

Ben Woodburn impressionou mais uma vez jogando pelo meio-campo, ditando o ritmo do jogo e criando uma chance em especial, onde o galês achou Sturridge dentro da área com um belo passe, mas Daniel se atrapalhou com a bola e deu tempo da defesa se arrumar.

Mohamed Salah, em seu segundo jogo com a camisa do Liverpool, provou-se, mais uma vez, um ótimo desafogo e uma boa fonte de criações de jogada. Uma arrancada específica, pela ponta direita, viu o egípcio livrar-se de seu marcador com sua velocidade assustadora e invadindo a área, mas seu cruzamento de pé direito não achou ninguém que colocasse a bola para dentro. Sturridge teve a melhor chance do primeiro tempo, recebendo a bola na esquerda, trazendo para o meio e finalizando de perna direita, para boa defesa de Hennessey.

Mohamed Salah arranca e deixa a marcação para trás. Foto: Divulgação / LFC Snapped
No segundo tempo, 10 substituições foram feitas e apenas Simon Mignolet jogou os 90 minutos de jogo. Philippe Coutinho entrou no jogo, para delírio dos fãs em Hong Kong, que já haviam demonstrado carinho com um brasileiro, após uma sessão de aplausos de um minuto quando o relógio marcava 21 minutos de jogo, em homenagem a Lucas Leiva, que está de partida para a Lazio. Divock Origi e Dominic Solanke também entraram e os gols saíram de seus pés.

O primeiro gol foi de uma das novas contratações do clube. Dominic Solanke recebeu a bola de Origi, girou pra cima do zagueiro e bateu de fora da área, sem chances para o goleiro. Uma bela finalização de pé direito no canto abriu a conta do camisa 29 como jogador do Liverpool.

Dominic Solanke comemora seu primeiro gol pelo clube. Foto: Divulgação / LFC Snapped
Em seguida, Philippe Coutinho iniciou a jogada pelo meio, abriu com James Milner que pedalou pra cima da marcação e cruzou para a marca do pênalti, onde o brasileiro encheu o pé, mas foi travado pela zaga e no bate e rebate, a bola sobrou nos pés de Origi que fuzilou Hennessey na pequena área.

Com 2-0 no placar, a equipe de Jürgen Klopp administrou o resultado e garantiu sua vaga na final do torneio, que será disputada no Sábado, às 09h20 da manhã, com transmissão da ESPN+.

Time do primeiro tempo: Mignolet; Alexander-Arnold, Matip, Gomez, Moreno; Henderson, Lallana, Woodburn; Salah, Firmino, Sturridge;

Time do segundo tempo: Mignolet; Flanagan, Klavan, Lovren, Milner; Grujic, Wijnaldum, Coutinho; Kent, Solanke, Origi.

Por: Luiz Felipe Gomes Santos / @MakeUsDreamBR

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.