Header Ads

Num jogo sonolento, empate pífio dentro de casa

 Caros tricolores, o leão voltou à campo na noite deste domingo, dentro de casa, pela 8°rodada do certame nacional para enfrentar o Confiança-SE, e a esperança de mais 3 pontos foram por água à baixo, empate em 1 a 1, com uma atuação lenta e fraca, deixando um jogo acessível fugir do controle. Próximo jogo será no sábado às 20:00 contra o Moto Club, fora de casa, pela 9°rodada na competição. Estamos em Segundo lugar com 14 pontos, 3 a menos que o líder Csa.

O time na noite de hoje, foi escalado com algumas modificações em relação ao jogo passado, Mancha voltando para a zaga e os retornos de Bruno Melo e Éverton, que cumpriram suspensão. A zaga no primeiro tempo(principalmente no começo) errou em dois lances e quase saímos atrás do placar. Aos 15 minutos, após levantamento de Éverton, Bruno Melo cabeceou e abriu o marcador para o leão do Pici. Após isso, continuamos como sempre com a posse de bola e tentando abir espaços na zaga adversária, porém,não conseguimos ampliar o placar. Tivemos outras boas chances com Bruno Melo cabeceando na trave e Pablo perdendo um gol impressionante em um contra-ataque rápido. 

No segundo tempo, voltamos muito sonolentos, recuados, dando a bola para o rival e tentando criar no contra-ataque, tivemos poucas chances,chutes de fora com Pedro Carmona e Hiago,mas, sem a contundência para decidir a partida. As substituições feitas pelo treinador Bonamigo foram ineficientes, Leandro Lima não acrescentou em nada e Wellington Reis não cumpriu a sua função na partida. O castigo da lentidão, ineficiência e do relaxamento veio aos 35 minutos do segundo tempo, Léo foi derrubado por Boeck e ele mesmo converteu o pênalti, empatando a partida. Depois disso, Jô entrou no lugar do Uchôa e fomos para o desespero, cruzando bolas na área sem a "sorte" para desempatar o jogo. Conclusão, empate, vaias dos pouco mais de 6 mil torcedores e as velhas criticas voltaram com mais força no tricolor de aço. 

FICHA TÉCNICA
FORTALEZA 1 x 1 CONFIANÇA

Local: Estádio Presidente Vargas
Data: 2/6/2017
Horário: 18 horas
Árbitro: Lucas Paulo Torezin (PR)
Assistentes: Pedro Martinelli Christino (PR) e Daniel Cotrim de Carvalho (PR)

Fortaleza (4-4-2)
Marcelo Boeck, Felipe (Wellington Reis), Rodrigo Mancha, Ligger e Bruno Melo; Anderson Uchôa (Jô), Pablo, Éverton e Pedro Carmona; Hiago (Leandro Lima) e Leandro Cearense. Técnico: Paulo Bonamigo

Confiança (4-4-2)
Henrique, Arlan, Mimica, Anderson e Madona; Felipe Cordeiro, Éverton Santos, Jardel e Jussimar (André Beleza); Rômulo (Léo Ceará) e Thiago Silvy (Almir). Técnico: Leandro Sena

Gols: Bruno Melo (14/1T); Léo Ceará (34/2T)
Cartões: Anderson (C); Wellington Reis (F); Jussimar (C); Marcelo Boeck (F); Mimica (C)
Público: 6.697 (734 não pagantes)
Renda: R$ 65.451,00


OPINIÃO DO COLUNISTA 

Mais um jogo fraco tecnicamente, com muitos erros de passe, decisões erradas no campo ofensivo, relaxamento, sono,não sendo efetivo no ataque e dando vacilos na defesa. Vale ressaltar que o adversário não pressionou para conseguir esse empate e achou esse gol num pênalti duvidoso, assim como o nosso gol que o Bruno Melo estava impedido. 
A escalação do time teve critério, mas, já temos opções(principalmente para a zaga e a maioria da torcida vai considerar Adalberto e Edimar sendo a dupla de zaga titular). 
Novamente sofremos para jogar contra um time bem postado na defesa, não temos opções de jogo, ficamos muito previsíveis e lentos na troca de passes e ainda dando espaço para contra-ataques dos rivais. O elenco ainda carece de peças, principalmente na parte ofensiva que tenham mais velocidade e mais um camisa 9. 
Outra questão importante e que me intriga muito, porque não matamos o jogo quando temos oportunidade ? Porque não pressionamos rival e marcamos mais gols para definir a partida? Deixamos para fazer isso quando sofremos o empate ou com alguma falha na defesa rival, consequentemente temos que para o abafa, sem nenhum padrão, jogando bolas na área, contando com a sorte. Parece o roteiro do mata-mata que conhecemos muito bem. 
É inadmissível empatar dentro de casa com o Confiança. ACORDA FORTALEZA. 
Até saímos na frente, mas cedemos o empate ao rival.( Júlio Caesar/Opovo.com.br) 

#BORALEÃO 
JUNTOS LUTAREMOS PELO ACESSO 

Por Gabriel Viana 
Twitter: @GabrielVianaSo3 / @SITELF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.