Header Ads

Obrigação

Tratando-se de um campeonato eliminatório como a Copa Sul-Americana, bons resultados nos jogos disputados dentro de casa são essenciais na campanha de qualquer time que queira ser campeão. Tendo em vista este conceito, em sua melhor apresentação na temporada o Fluminense obteve um excelente resultado de 4x0 no jogo de ida contra a Universidad Católica de Quito ocorrido no Maracanã.

Com essa larga vantagem construída no primeiro jogo ontem 26 de julho, o Fluminense entrou em campo com a simples tarefa de não ser goleado pelo inferior time equatoriano. Em um jogo monótono, as dificuldades enfrentadas pelo time tricolor não foram causadas pela pressão imposta pelo adversário nos primeiros minutos, mas sim pela altitude de aproximadamente 2800 metros da cidade de Quito, no Equador.

No primeiro tempo, com lances casuais nos dois lados, o time mandante teve o controle do jogo, criou as chances mais perigosas e conseguiu seu gol após uma cobrança de escanteio e uma finalização sem querer do atacante Cifuente.

Com Gustavo Scarpa poupado do jogo, Marcos Jr. tinha a incumbência de armar o time que depois do gol sofrido, lançou-se mais ao ataque, porém sem nenhuma efetividade na criação de jogadas no meio de campo. A solução era a bola parada, dito e feito. Em uma bola levantada na área, Henrique Dourado depois do rebote dado pelo goleiro empatou o jogo para o Flu.

Na segunda parte do jogo, o técnico Abel Braga promoveu duas estreias: O lateral-esquerdo Marlon Santos e o esquema tático com três zagueiros que só foi possível com o retorno de Renato Chaves. Com o jogo definido e o adversário visivelmente abatido, o time tricolor encontrou mais espaços para construir as jogadas e marcou o gol da virada com o volante Marlon Freitas dando números finais à partida.

Foto retirada da página do Facebook. Fluminense Football Club

Com o resultado, o Fluminense garantiu a vaga nas oitavas de final da copa Sul-Americana e espera o adversário que sairá do confronto entre Bolívar X LDU. O tricolor contará com o retorno do atacante Wellington Silva que foi reintegrado ao elenco após uma transferência não concretizada para o futebol europeu. A vaga conquistada frente ao fraco time do Equador não era mais do que obrigação, para almejar qualquer chance de título será preciso trazer de volta o futebol apresentado no início do ano que surpreendeu a todos.

 
ST

Caio Ramos

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.