Header Ads

Sem tomar conhecimento,Tigrão bate o Internacional e volta ao G4 da Série B

Na tarde do último sábado (22), o Vila Nova recebeu a equipe do Internacional no Serra Dourada, de portões fechados o torcedor colorado não pode ver de perto a vitória do Tigrão. No duelo entre colorados, o goiano foi o que se saiu melhor em campo.

Com gols de Alípio e Mateus Anderson, o Tigre desbancou o Internacional por 2x1. Pottker marcou de pênalti para os gaúchos, pênalti no qual foi bastante duvidoso. A arbitragem de Vinícius Furlan foi bastante contestada no decorrer do jogo.

Com a vitória o Tigrão foi a 26 pontos, onde volta a ocupar a 4° colocação do G-4. Ficando a quatro pontos do novo líder da competição América-MG.

Vila Nova 2x1 Internacional. (Foto: Reprodução / Agência Estado).
O jogo

Com um primeiro tempo bem equilibrado, o Internacional chegou a ter certo domínio da partida. Mas, bem distribuído em campo o Vila tentava encontrar uma maneira de acertar um contra-ataque. A equipe gaúcha no primeiro tempo chegou a levar perigo ao gol defendido por Luís Carlos com um chute de D'Alessandro. O Tigre respondeu com chutes de Alan Mineiro e Gastón.

De volta para o segundo tempo, o Vila voltou em busca do resultado e não demorou muito para abrir o placar. Após uma bela jogada de Gastón, o lateral viu Alípio na área, o meia se antecipou aproveitou a falha do jogador do Inter e saiu cara a cara com Danilo Fernandes e bateu rasteiro no canto, 1x0 Vila.

A derrota parcial deixava o Inter em situação delicada na competição. A equipe gaúcha melhor com a entrada de Nico López e Sasha. Aos 25' o apito amigo entrou em ação.

Após um cruzamento, a bola bateu sem intenção no braço do atacante Mateus Anderson, pênalti para o Internacional. William Pottker bateu firme, Luís Carlos chegou a tocar na bola, mas não conseguiu evitar o gol de empate, 1x1 Inter.

O Tigrão ainda teve o técnico Hemerson Maria expulso por reclamação. Antes disso o técnico deixou uma substituição encaminhada. O rumo da partida mudaria com a entrada do atacante Tiago Adan.

Vila Nova 2x1 Internacional. (Foto: Reprodução / Vila Nova FC).
Os colorados do sul foi em busca da reação, mas não tiveram fôlego. Mas, aos 45' da etapa final Tiago Adan recebeu, ao ver Mateus Anderson no meio da área tocou, o garoto livre e sem marcação não desperdiçou e bateu de primeira sem dar chances de defesa a Danilo Fernandes, 2x1 Vila decretando a vitória.

A próxima batalha do Tigrão é no próximo sábado (29), fora de casa contra o Figueirense.

Opinião

Após duas derrotas na competição, o Vila Nova voltou ao Serra Dourada jogado as cinzas. Sem medo do adversário o Tigrão não tomou conhecimento sobre eles, dominou totalmente a equipe do sul. Apesar de a equipe ser limitada mostraram em campo que podem brigar de igual para igual diante de qualquer equipe da Série B. Mas, ainda é cedo para tirar alguma conclusão sobre acesso.

Só a comissão viu o Vila vencer e convencer a partida diante de uma das melhores equipes da Série B. Enquanto a equipe de lá parece ainda não ter encarado a realidade de jogar uma Série B até eles encarar de vez isso, a equipe lado de cá parece ter incorporado essa realidade. Buscando cada dia mais sua manutenção na briga pelo G-4.

Um Vila Nova totalmente consciente em campo. A tática do técnico Hemerson Maria novamente voltou a funcionar, seu meio com Geovane, PH e Alan Mineiro voltou a ser a solução de uma partida. Alan mesmo apagado na partida ajudou a equipe como deu. Geovane com uma marcação sem igual foi injustiçado pela arbitragem com uma expulsão boba no fim.

O sistema de marcação novamente foi destaque, se hoje fosse para nomear um cara que se encaixou super bem nesse elenco. Falaria que o Wesley Matos caiu como uma luva nesse time.

Que essa maré de sorte continue pelo lado de cá.

"VAMOS TIGRÃO."

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.