Header Ads

Vai embrazando!

Mais de 19 mil pessoas no Clássico dos Milhões porém foi a minoria lá no cantinho de São Januário que saiu feliz. Vai embrazando, meu parceiro! O Mais Querido se juntou com a Nação e foi na casa deles fazer festa. Quebramos um estigma  de 44 anos: Flamengo não vencia o Vasco em São Januário desde 1973, perdendo os cinco clássicos jogados no estádio até então. E as coisas vão tomando forma natural no campeonato. Depois de um começo irregular lá em baixo da tabela, o Mengão vai tomando forma e figura nas primeiras posições porque tem elenco pra isso, tem time pra isso, dá pra jogar Campeonato Brasileiro, dá pra jogar Sul Americana, dá pra jogar Copa do Brasil e as coisas vão caminhar bem para o time do Flamengo. Fé e trabalho, meu padrinho.

Éverton corre pro abraço depois de fazer 1-0 com passe do seu xará Éverton Ribeiro
(Foto: Staff Images / Flamengo)

Clássico é clássico e vasco vice-versa. E não deu outra, foi uma partida truncada, pegada do início ao fim: Vasco tentou igualar com muita disposição e sobretudo apostando num jogo faltoso pra tentar quebrar as sequencias de jogadas do Flamengo. Mas não teve jeito, meu irmão. Flamengo foi superior os 90 minutos e a qualidade do time rubro-negro foi decisiva.

Antes mesmo do jogo a bruxa já estava solta pro Flamengo. Réver que estava relacionado como titular foi vetado em cima da hora e as três substituições do time foram por força maior: Rhodolfo, Guerrero e Léo Duarte (que tinha entrado no lugar do Rhodolfo) saíram machucados e o Flamengo terminou o jogo com uma zaga improvisada. Mas as adversidades não tornaram o jogo dramático porque o Vasco não teve qualidade para ameaçar e isso poderia ter sido mais complicado para o Flamengo se o time cruzmaltino tivesse em campo uma equipe que pudesse ameaçar, o que de fato não aconteceu.

A bem da verdade, o jogo de ontem foi daqueles mais brigado do que jogado; jogo muito difícil numa atmosfera dessas contra um rival, no campo do adversário. Flamengo jogou muito bem mas ainda pode melhorar e tem capacidade para evoluir mais. Depois de um primeiro tempo à quem e com poucas finalizações, a etapa complementar foi muito melhor. Flamengo partiu pra cima e o destaque vai para Éverton Ribeiro que desequilibrou e trouxe de volta a imprevisibilidade pro time do Zé Ricardo. Numa jogada pelo lado direito coloca a bola na cabeça do xará Éverton. 1-0 e Flamengo abre o placar numa jogada tão criticada pelo amigo que vos fala... é bom pra ele deixar de ser corneta e calar a boca. Flamengo mereceu ganhar, independente das circunstâncias, jogou melhor e o resultado foi justo.

A parte triste do dia foi que ao fim do jogo houve confusão generalizada, praça de guerra e quebradeira do estádio feita por alguns indivíduos que estavam no meio da torcida do Vasco. Não dá pra chamar essas pessoas de torcedores. Episódios assim só prejudicam o nosso futebol, mas sabemos que é uma questão muito complexa e dar palpite aqui sobre isso está fora da alçada.

Flamengo dormiu na segunda colocação com 23 pontos e espera a partida do Grêmio contra o Avaí. E, aliás, o próximo confronto do Mais Querido é contra o tricolor gaúcho quinta-feira às 19h30 na Ilha do Urubu. Jogo de 6 pontos, meu parceiro. Não contaremos com os gols do artilheiro Paolo Guerrero, que cumpre suspensão automática, e durante a semana vamos ver como ficará a situação da zaga rubro-negra.

Vamos Flamengo!


por Matheus Morais
Twitter: @danosmorais_
Instagram: @danosmorais

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.